30/11/2022

Unidade da Vila Sol Nascente recebe projeto ‘Boa Energia nas Escolas’

Unidade da Vila Sol Nascente recebe projeto ‘Boa Energia nas Escolas’

Iniciativa que visa apresentar o uso racional e seguro da energia elétrica ainda visitou outras três escolas de Suzano desde a semana passada

A Escola Municipal Damásio Ferreira dos Santos, localizada na rua Maria Edvan de Oliveira Inácio, no bairro Vila Sol Nascente, recebeu nesta terça-feira (30/11) o projeto “Boa Energia nas Escolas”, promovido pela EDP São Paulo, distribuidora de energia elétrica que atende o Alto Tietê.

A iniciativa, que tem como objetivo levar aos estudantes informações sobre o uso racional e seguro da eletricidade, já havia percorrido as escolas Vereador Waldemar Calil, no Cidade Boa Vista, na quarta e quinta-feira passadas (23 e 24/11); Professor Paulo Henrique Barreiros, no Parque Residencial Samambaia, na sexta-feira (25/11); e Professora Ana Rita Gomes, no Jardim Margareth, na terça-feira (29/11). No total, 4,7 mil crianças participaram das ações educativas, sendo que a escola da Vila Sol Nascente foi a última a receber a iniciativa.

No projeto, que ocorre em parceria com a Secretaria Municipal de Educação, um caminhão educativo realiza as visitas nas unidades de ensino equipado com diversas atrações voltadas para o uso correto da energia elétrica. Entre as atividades oferecidas estão comparativos entre lâmpadas, pilha humana e o sistema de geração solar fotovoltaica.

Os eventos são executados com a ajuda de monitores treinados, que também explicam aos alunos qual o trajeto feito pela eletricidade até a chegada nos imóveis, além de dicas para economizar energia e pagar menos na conta de luz. Para a implantação do projeto em Suzano foram realizadas reuniões e cursos on-line com os professores da rede municipal, além de visitas à unidade móvel da EDP.

Para o secretário de Educação de Suzano, Leandro Bassini, o “Boa Energia nas Escolas” contribui com a formação dos estudantes em cidadãos mais responsáveis com os recursos disponíveis. “Ensinar também é pensar no futuro e este projeto também ajuda a formar pessoas com mais consciência sobre os recursos oferecidos. Espero que nossos alunos possam assimilar o que foi aprendido durante as visitas às escolas e consigam levar esse conhecimento para dentro de casa para que tudo isso já seja colocado em prática”, destacou o chefe da pasta.

Mais em 2023

A visita nas quatro unidades é somente uma parte do projeto, que continua no ano que vem. Desta vez, a comunidade escolar poderá acompanhar a evolução da conta de luz, além de uma gincana cultural com produção de vídeos e dicas, sendo que o material que receber mais curtidas vai receber um prêmio.