26/05/2021

Suzano vacina pessoas com comorbidades nesta sexta-feira

Suzano vacina pessoas com comorbidades nesta sexta-feira

Imunização é destinada para quem tem 45 anos ou mais; data também contempla 2ª dose da AstraZeneca em idosos que receberam a vacina até 5 de março

A Prefeitura de Suzano, por meio da Secretaria Municipal de Saúde, contempla nesta sexta-feira (28/05) pessoas com comorbidades na faixa etária de 45 a 59 anos de idade. A ação ocorrerá nos três polos de imunização, com atendimento das 8 às 17 horas. A data também abrange a segunda dose de idosos que receberam a vacina da AstraZeneca/Oxford até 5 de março. Todos os detalhes podem ser conferidos no link bit.ly/CronogramaVacinaSuzano.

Para participar da campanha, o munícipe deve estar dentro da faixa etária prevista e apresentar algum quadro de comorbidade. Neste grupo estão incluídas as pessoas com diabetes mellitus, hipertensão arterial (estágio 3, estágio 1 e 2 com lesão em órgão-alvo), pneumopatias crônicas graves, doenças cardiovasculares, próteses valvares e dispositivos cardíacos implantados, Acidente Vascular Cerebral (AVC), doença Falciforme e talassemia, obesidade mórbida (IMC > 40), cirrose hepática e outras comorbidades que podem ser conferidos na página inicial do site oficial da prefeitura.

Os documentos comprobatórios exigidos são o laudo médico e/ou receita médica com resultados de exames recentes, nas versões original e cópia, além da documentação de praxe para a primeira aplicação, como documento original com foto, CPF, comprovante de endereço de Suzano no nome da beneficiada e uma filipeta oficial devidamente preenchida com letra legível. A ficha pode ser acessada e impressa no link bit.ly/FichaCovidSuzano. O pré-cadastro no site “Vacina Já” (www.vacinaja.sp.gov.br/), do governo do Estado, também é necessário.

Ainda na sexta-feira ocorre a segunda aplicação das pessoas que foram contempladas com a primeira dose da AstraZeneca, que é a vacina desenvolvida pela Universidade de Oxford e obtido pela Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz), até o dia 5 de março. Para concluir o ciclo de imunização, também serão exigidos documento original com foto, CPF e o cartão de vacinação adquirido na primeira etapa.

Outro público contemplado é de trabalhadores do transporte metropolitano, devidamente cadastrados por suas respectivas empresas e com o documento de “QR Code”, emitido pela plataforma “Vacina Já”. Neste caso, com o código em mãos, a equipe vai exigir também um documento original com foto e comprovante de endereço, além da filipeta.

Neste dia, a vacinação será descentralizada, com atendimento das 8 às 17 horas e acolhimento no Centro de Artes e Esportes Unificado (CEU) Alberto de Souza Candido (rua Teruo Nishikawa, 570 – Jardim Gardênia Azul), na Escola Municipal (E.M) Odário Ferreira da Silva (rua Valdir Dicieri, 305 – Jardim Belém/Distrito de Palmeiras) e na Arena Suzano (avenida Senador Roberto Simonsen, 90 – Jardim Imperador), com a oferta do sistema drive-thru pela Avenida Brasil.

O titular da Saúde suzanense, Pedro Ishi, pede para que todos se atentem as datas e aos documentos exigidos para vacinação. Ele destaca que a equipe está seguindo os protocolos encaminhados pelo Ministério da Saúde e pelo governo do Estado, que solicitam a comprovação dos laudos e das receitas. Segundo ele, além dos itens comprobatórios, os futuros contemplados devem se atentar à documentação de praxe necessária para a primeira dose, principalmente conferindo o preenchimento da filipeta e do pré-cadastro no site do ‘Vacina Já’. Esse preparo deve ser feito, de preferência, com antecedência em casa, para que o atendimento ocorra de maneira rápida e sem filas.

QUADRO

Comorbidades

Diabetes mellitus;

Hipertensão arterial estágio 3;

Hipertensão arterial estágio 1 e 2 com lesão em órgão-alvo e/ou comorbidade (com danos em algum órgão como rim, coração, etc);

Pneumopatias crônicas GRAVES (DPOC, fibrose cística, fibrose pulmonar, displasia broncopulmonar e asma grave – com internação prévia por crise asmática e uso recorrente de corticóides sistemicos);

Doenças cardiovasculares (insuficiência cardíaca estágio B, C ou D; Hipertensão pulmonar; Cardiopatia hipertensiva; Síndromes coronarianas; Valvopatias –sintomáticas ou com comprometimento miocárdico; miocardioptias e pericardiopatias; doenças da Aorta; Arritmias cardíacas com cardiopatia associada – fibrilação e flutter atriais etc);

Próteses valvares e Dispositivos cardíacos implantados;

Acidente Vascular Cerebral (AVC);

Doença Falciforme e talassemia;

Obesidade Mórbida (IMC > 40);

Cirrose hepática;

Pacientes oncológicos que realizaram tratamento quimioterápico ou radioterápico nos últimos 6 meses;

Neoplasias hematológicas;

Pessoas vivendo com HIV;

Imunossuprimidos.