11/01/2021

Suzano se prepara para o plano de vacinação contra Covid-19

Suzano se prepara para o plano de vacinação contra Covid-19

Equipe técnica da Secretaria Municipal de Saúde apresentou a primeira fase da imunização, prevista para ter início em 25 de janeiro

A Prefeitura de Suzano segue com o planejamento da campanha de vacinação contra o novo coronavírus (Covid-19). Nesta segunda-feira (11/01), a equipe técnica da Secretaria Municipal de Saúde apresentou a primeira fase da imunização, prevista para ter início em 25 de janeiro (segunda-feira), além das estratégias de atendimento, que vão da composição de colaboradores aos locais de aplicação do imunizante.

De acordo com o novo titular da pasta, Pedro Ishi, o município já definiu três pontos de vacinação, sendo um na região central, um na zona norte e outro no distrito de Palmeiras. A expectativa é de que o atendimento ocorra das 8 às 17 horas, podendo ser estendido para o período noturno, em todos os dias da semana, de segunda-feira a domingo.

Também serão organizados, em caso de necessidade, os drives-thrus, em pontos estratégicos para abranger, de maneira eficiente, o público-alvo estabelecido como “primeiro grupo” pelo Plano São Paulo, que são os profissionais da Saúde, indígenas, quilombolas e os suzanenses da melhor idade – este último contemplado de forma escalonada com os idosos com mais de 75 anos até os maiores de 60.

O secretário informou que Suzano já está preparada para receber as doses dos governos federal e estadual e, assim, dar início à campanha de imunização. Inclusive, a administração municipal se reuniu com a Câmara Técnica de Saúde do Condemat (Consórcio de Desenvolvimento dos Municípios do Alto Tietê) para mostrar o planejamento e, possivelmente, unificar as ações em âmbito regional, a fim de promover uma integração das cidades e melhor imunização dos cidadãos.

Ishi também informou que a cidade governada pelo prefeito Rodrigo Ashiuchi já conta com estoque de reserva técnica de agulhas e de seringas. O titular explicou que o município aguarda as doses e os insumos por parte do Ministério da Saúde e da Secretaria de Estado da Saúde. Contudo, a administração já preparou uma reserva em caso de necessidade, garantindo, desta forma, a imunização da população.

Segundo o chefe do Executivo, as cidades encaminharam um pedido de informações ao governo do Estado sobre a quantidade de doses que cada município deverá receber e também de insumos. Outro pedido feito foi da compra de 300 mil doses para os laboratórios produtores das vacinas, com o objetivo de contemplar ainda os profissionais de Segurança, de Assistência Social e de Educação nesta primeira etapa de imunização.

Ashiuchi completou dizendo que toda a prefeitura está empenhada para a vacinação contra a Covid-19. A equipe técnica da Saúde está organizando todas as estratégias, visando garantir tranquilidade e rapidez durante a campanha de imunização.