07/10/2021

Suzano passa a emitir certidões automatizadas de uso e ocupação do solo

Suzano passa a emitir certidões automatizadas de uso e ocupação do solo

Plataforma online terá consulta de viabilidade por CNAE e IPTU a partir do dia 14

A Secretaria Municipal de Planejamento Urbano e Habitação apresentou nesta quinta-feira (07/10) dois novos serviços para o portal de geoprocessamento “GeoSuzano”. A plataforma pioneira na região vai disponibilizar a partir do próximo dia 14 a consulta de viabilidade pelo código de Classificação Nacional de Atividades Econômicas (CNAE) e de ocupação pelo número de cadastro no Imposto Predial e Territorial Urbano (IPTU). A possibilidade permite a geração de certidões automatizadas e gratuitas, a fim de evitar burocracias e agilizar os estudos para implantação de novos negócios na cidade.

A apresentação sediada no auditório Orlando Digenova, localizado no Centro de Educação e Cultura Francisco Carlos Moriconi, foi especialmente direcionada a técnicos da área e entidades de classe. De acordo com o secretário municipal de Planejamento Urbano e Habitação, Elvis Vieira, os novos serviços da plataforma dão continuidade ao processo de modernização da pasta, que desde 2017 promove a ampliação da gama de operações online por meio do Sistema Acto, voltado à aprovação de projetos, e mais recentemente com o portal GeoSuzano, lançado no início de julho.

Vieira explicou que, até 2017, a emissão dessa certidão física de uso e ocupação de solo levava em média 40 dias. Com o Sistema Acto, o prazo evoluiu para 15 dias. Agora, com as novas possibilidades de consulta no portal GeoSuzano, o documento é emitido em questão de minutos em um processo totalmente gratuito, rápido e sustentável, uma vez que o arquivo digital permite a redução do uso de papel na gestão pública.

Já o secretário municipal de Planejamento e Finanças, Itamar Viana, que também participou da apresentação, ressaltou a importância do serviço para os empresários da cidade. Ele disse que a consulta online, seja por meio do CNAE ou IPTU do imóvel, traz mais agilidade às empresas e novos empreendedores que desejam se instalar na cidade. Esse tipo de sistema é pioneiro na região e coloca Suzano em vantagem competitiva, já que os empresários terão em mãos o relatório completo sobre as áreas de interesse conforme a legislação municipal, considerando inclusive os aspectos ambientais que devem ser preservados.

O titular do Meio Ambiente, André Chiang, também marcou presença e parabenizou a iniciativa, destacando a parceria com a secretaria de Planejamento Urbano. Para ele, esse é mais um projeto que enxerga o município com uma visão macro, pensando na cidade que queremos para o futuro. A estratégia prioriza um crescimento organizado, respeitando o zoneamento e elevando Suzano a um novo patamar de desenvolvimento.

Quem também prestigiou o encontro foi o diretor administrativo do Conselho Regional de Engenharia e Agronomia (Crea-SP), Joni Matos Incheglu. “Eu visito muitas cidades no Estado e sempre levo o exemplo de Suzano para todas as demais. O trabalho que vemos no município, com uma plataforma ampla de serviços online, é a meta. Isso é algo que a gente admira muito na administração do prefeito Rodrigo Ashiuchi”, reforçou.

O evento ainda contou com a presença do presidente da Associação dos Corretores de Imóveis de Suzano (Acoris), Ademilson Bernardes; do diretor da Associação Comercial e Empresarial (ACE) de Suzano, Cristiano Ferreira Homan; do representante da Associação dos Engenheiros, Arquitetos e Agrônomos de Suzano (AEAAS), Roberto Saito; da coordenadora regional do Conselho de Arquitetura e Urbanismo (CAU-SP), Simone Ikeda; da diretora de Planejamento Territorial da Prefeitura de Suzano, Eliene Corrêa Rodrigues Coelho, e do coordenador do Departamento de Geotecnologias Aplicadas da Prefeitura de Suzano, Márcio Martins.