23/08/2021

Suzano lança programa inédito de governança digital e gestão sem papel

Suzano lança programa inédito de governança digital e gestão sem papel

Objetivo é reduzir burocracias, encurtar distâncias e ganhar tempo, além de garantir transparência, agilidade e economia de até R$ 1,3 milhão ao ano

A Prefeitura de Suzano, por meio da Secretaria de Administração, lançou nesta segunda-feira (23/08) o programa de governo digital e gestão sem papel, que visa a automatização de processos, com otimização de recursos e certificação digital do município. O objetivo é reduzir burocracias, encurtar distâncias e ganhar tempo, além de garantir mais transparência, agilidade e economia de até R$ 1,3 milhão ao ano.

O plano foi apresentado pela chefe da pasta, Cintia Renata Lira, e pela diretora da empresa Sonner, Larissa Tavares, especializada em sistemas integrados para a gestão pública e governos inteligentes. Na oportunidade, as duas destacaram avanços importantes conquistados nos últimos quatro anos. Entre eles, está a integração de sistemas empregados na Ouvidoria Geral do Município, na Educação, na Saúde, na gestão de tributos e na transparência ativa da cidade, como na publicação dos atos oficiais e outros mecanismos totalmente digitais que podem ser acessados no Portal do Cidadão, por meio do site www.suzano.sp.gov.br.

De acordo com a secretária, a iniciativa traz benefícios incontáveis para a gestão, mas principalmente para o cidadão. Cintia afirmou que a intenção é dar visibilidade às informações da administração pública, em todas as áreas e serviços da prefeitura. A titular pontua que isso facilita a tomada de decisões de maneira assertiva e eficaz, visto que o objetivo também é focar na automatização, evitando redundâncias e propiciando a otimização de recursos.

Nesse sentido, a administração municipal observou a necessidade de dar um passo adiante, sobretudo diante do cenário pandêmico trazido pelo novo coronavírus (Covid-19). Só em 2021, o Portal do Cidadão chegou a registrar mais de 289 mil acessos, representando um aumento de 24% na demanda registrada no ano anterior. Foi instituído um sistema de agendamento, a fim de se evitar filas e aglomerações. Cintia afirma que também já existem serviços internos do RH 100% digitais, como holerite, informe de rendimentos e diversas outras solicitações, ressaltando a recente implementação do Refis Online, a exemplo do sucesso de outros serviços digitais, como o IPTU e os requerimentos específicos da Secretaria Municipal de Planejamento Urbano e Habitação.

Para a diretora da Sonner, Suzano é um município que já avançou bastante na questão digital. Por isso, agora é o momento para novas etapas. Isso inclui a implantação de mais serviços internos no sistema e a digitalização e reciclagem de documentos, que já garantiu o envio de 30 toneladas papel à Central de Triagem do Jardim Colorado, gerando renda para 15 famílias e uma economia de 50% aos cofres públicos com o aluguel de um imóvel menor para o armazenamento de documentos.

O prefeito Rodrigo Ashiuchi parabenizou o empenho da pasta e destacou a importância do programa para o município a longo prazo. Ele comenta que a cidade vem de um avanço constante, desde 2017, e a pandemia demostrou que era hora de evoluir ainda mais, em um curto período. Ashiuchi pontua que, de certa forma, as pastas foram impulsionadas a pensar em novas possibilidades para sair na frente com uma proposta de governança digital que pode oferecer mais de 50% de redução nos prazos de encerramento de processos, geração automática de documentos eletrônicos e agilidade nos serviços, fomentando cada vez mais um ambiente inovador e dinâmico.

Os próximos passos contemplam uma avaliação sistêmica, com mapeamento de processos e fluxos para o entendimento dos gargalos na operação. Em seguida, será efetuada a institucionalização da estratégia para regulamentar o processo de governança digital. Por fim, a fase seguinte envolverá a implantação dos fluxos definidos e a aquisição de certificados A3, para a completa digitalização dos processos, garantindo a economia de 6 milhões de cópias e R$ 1,3 milhão ao ano, com processos mais ágeis e transparentes. A previsão é de que as etapas sejam superadas até fevereiro de 2022.

Presenças

O lançamento nesta segunda-feira foi prestigiado pelos secretários municipais André Chiang (Meio Ambiente), Leandro Bassini (Educação), Itamar Viana (Planejamento e Finanças), Geraldo Garippo (Assistência e Desenvolvimento Social), Elias Marques (Segurança Cidadã) e Elvis Vieira (Planejamento Urbano e Habitação), pelo chefe de gabinete da Prefeitura de Suzano, Afrânio Evaristo da Silva, e pelo diretor da Unidade de Planejamento e Assuntos Estratégicos (Upae), Mauro Vaz.

Entre os vereadores, estiveram presentes Artur Takayama, Rogério Castilho e Lázaro de Jesus. Também marcaram presença o presidente do conselho fiscal da Santa Casa de Misericórdia de Suzano, José Renato da Silva; o presidente da Associação Comercial e Empresarial (ACE) de Suzano, Fernando Fernandes; o gerente comercial e a encarregada de planejamento da Companhia de Saneamento Básico do Estado de São Paulo (Sabesp), Zemicindo Mendes e Caroline Queiroz; o presidente da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB) de Suzano, Wellington da Silva Santos; o delegado do Conselho Regional de Contabilidade, Regis Beraldinelle; e o especialista em contabilidade Robinson Guedes.