29/09/2021

Suzano inicia Campanha de Multivacinação na sexta-feira

Suzano inicia Campanha de Multivacinação na sexta-feira

Iniciativa visa atualizar as cadernetas de vacinação de crianças e adolescentes de até 15 anos de idade

A Secretaria de Saúde de Suzano anunciou que a cidade irá participar da Campanha Estadual de Multivacinação. A iniciativa se inicia na próxima sexta-feira (01/10) e tem como objetivo regularizar a situação das pessoas com até 15 anos de idade que precisam atualizar a caderneta de vacinação. Com previsão de seguir até o dia 29 de outubro, a ação também contará com um “Dia V” para intensificar o atendimento por todas as regiões.

A partir do início da campanha, os pais ou responsáveis devem levar os menores de idade até um dos 24 postos de Saúde do município com a carteira de vacinação em mãos. Na ocasião, os profissionais avaliarão quais doses precisam ser aplicadas, seja por conta de atrasos ou necessidade de reforço. Para aqueles que perderam o documento, é só buscar a unidade em que a criança foi imunizada pela última vez para solicitar segunda via ou consultar a situação.

A iniciativa prevê a oferta de 16 tipos de vacinas, que protegem contra cerca de 20 doenças como tuberculose, poliomielite, sarampo, hepatite A e B, entre outras. Para a faixa etária que está sendo imunizada contra o novo coronavírus, de 12 a 15 anos, não é necessário intercalar as vacinas, sendo possível recebê-las inclusive no mesmo dia. Em caso de necessidade de intervalo entre as doses, como para aplicação do imunizante contra a Febre Amarela, os profissionais da Saúde identificarão a situação por meio da caderneta e prestarão as devidas orientações.

Para além do acolhimento diário dos dias 1 a 29 de outubro, com possibilidade de ampliação, Suzano ainda realizará o “Dia V” da Multivacinação no dia 16. Nesta data, das 8 às 17 horas, todos os postos de Saúde da cidade estarão realizando exclusivamente a imunização da população, tanto com as doses voltadas para os menores de idade como as da Covid-19. A medida busca impulsionar a cobertura vacinal na cidade.

O titular da pasta, Pedro Ishi, explicou que ano passado a busca pelos imunizantes foi impactada pela pandemia, em especial na vacina contra a meningite, que havia sido adicionado recentemente ao calendário de imunização e não teve uma adesão tão grande quanto deveria, assim como em outras doses. O chefe da pasta ressalta que a medida vem para reforçar aos pais e responsáveis a importância da vacinação, que vai além da Covid-19 e salva incontáveis vidas de crianças e adolescentes, além de manter certas doenças sob controle, em uma luta constante para erradica-las.