10/02/2021

Suzano é a cidade que mais avança na região, aponta estudo

Suzano é a cidade que mais avança na região, aponta estudo

Evolução do município volta a ser destaque em âmbito nacional no levantamento elaborado pela empresa de consultoria Macroplan

Suzano, mais uma vez, está entre os cinco municípios que mais avançam no País. O destaque pelo segundo ano consecutivo vem do levantamento “Desafios da Gestão Municipal (DGM) 2021”, elaborado pela empresa de consultoria Macroplan. O estudo ainda aponta a liderança suzanense em âmbito regional, conforme a evolução dos índices referentes à Educação, Segurança, Saneamento e Saúde. O ranking avalia os serviços essenciais dos cem maiores municípios brasileiros, com população superior a 273 mil habitantes.

De acordo com a edição mais recente do levantamento, Suzano ganhou 25 posições na década e duas colocações em comparação ao ano anterior. Entre as quatro áreas analisadas, a cidade teve sua melhor posição em Educação, alcançando a 23ª colocação nacional. Os dados educacionais referem-se à taxa de aprovação do ensino fundamental, à nota média na Prova Brasil e à quantidade de matrículas em creches e pré-escolas. O estudo destaca a importância do empenho nesta área, que é determinante para a igualdade de oportunidades.

Inclusive, Suzano avançou em todos os outros setores, estando na 27ª colocação nacional em Segurança, 28ª em Saneamento e 53ª em Saúde. Entre as cidades que mais avançaram no Brasil, o município suzanense fica atrás apenas de Vitória da Conquista (BA), Cascavel (PR), Nova Iguaçu (RJ) e Mauá (SP), sendo o único do Alto Tietê a figurar entre os dez municípios que mais evoluíram na década.

No ranking geral do Índice Desafios da Gestão Municipal (IDGM) 2021, Suzano está na 27ª colocação nacional, apresentando nota 0,690, ao lado de Santo André (SP), e supera capitais como Goiânia (GO), Rio de Janeiro (RJ) e Fortaleza (CE). No ano passado, o índice suzanense era de 0,683. O IDGM varia de 0 a 1. Quanto mais próximo de 1, melhor o desempenho do município. A maior nota do País foi obtida por Maringá (PR), com pontuação 0,756. Das cidades da região, também são mencionadas Mogi das Cruzes (29º), Guarulhos (42º) e Itaquaquecetuba (62º).

O estudo é elaborado pela empresa de consultoria Macroplan, especializada em cenários prospectivos, administração estratégica e gestão orientada para resultados, e avalia a oferta de serviços como Saúde, Educação, Segurança e Saneamento nas cem maiores cidades brasileiras.

Para o prefeito Rodrigo Ashiuchi, o destaque pelo segundo ano consecutivo é resultado do trabalho que vem sendo construído no município, já que desde o ano passado, a cidade recebeu esse reconhecimento sobre o avanço proposto pela prefeitura a Suzano em 2017. O prefeito ainda ressaltou a evolução da cidade que há quatro anos era outra, totalmente defasada e com pendências, e que aos poucos está sendo equalizada para garantir um futuro melhor a todos.

Destaque

Em janeiro, Suzano também apareceu pela primeira vez no ranking geral do Índice de Cidades Empreendedoras (ICE), desenvolvido pela Escola Nacional de Administração Pública (Enap) em parceria com a organização Endeavor, voltada ao apoio ao empreendedorismo no País. A cidade está na 32ª posição do levantamento nacional.

Além da aparição no ICE, desde 2018, Suzano coleciona destaques em pesquisas de importância nacional para a gestão pública. Entre eles estão o estudo Melhores Cidades para Fazer Negócios 2.0 (2020 e 2018), elaborado pela consultoria Urban Systems para a revista Exame, e o levantamento Desafios da Gestão Municipal (2020), desenvolvido pela consultoria Macroplan.