25/01/2023

Secretário de Educação participa de live do Movimento pela Base Nacional Comum

Secretário de Educação participa de live do Movimento pela Base Nacional Comum

Leandro Bassini integrou discussão acerca do planejamento pedagógico das redes municipais de ensino em 2023

O secretário municipal de Educação, Leandro Bassini, participou de uma live promovida pelo Movimento pela Base Nacional Comum sobre o planejamento pedagógico nas redes municipais de ensino, na manhã desta terça-feira (24/11). Na oportunidade, o chefe da pasta falou sobre as experiências e propostas de Suzano para os estudantes, abordando questões como projetos para 2023 e os desafios do aprendizado.

Na ocasião, Bassini esteve acompanhado da jornalista Beatriz Santomauro, da secretária de Educação de Barcarena (PA), Ivana Ramos, e da diretora executiva da Comunidade Educativa Cedac, Roberta Panico. Ao longo da live, os participantes debateram sobre o desenvolvimento pedagógico dos jovens brasileiros, incluindo a reformulação contínua das bases curriculares nas redes de ensino, os métodos de trabalho em sala de aula e as formas com as quais as instituições oferecem o direito da aprendizagem.

Dentro deste contexto, os integrantes trocaram experiências enquanto gestores e profissionais da educação, contando sobre projetos realizados em suas cidades e de situações vivenciadas em sala de aula nos últimos anos, marcados pela pandemia do novo coronavírus (Covid-19). Ao falar de Suzano, Bassini explicou a adaptação da carga curricular a fim de garantir que os alunos projetem suas habilidades e revisitem conteúdos que possam não ter sido absorvidos da maneira ideal.

De acordo com o chefe da Educação suzanense, todos os conceitos apresentados em sala de aula são cuidadosamente analisados antes da implementação. “Potencializar o aluno é o grande motivo de todo nosso trabalho e, por isso, a atuação pedagógica na aprendizagem está em constante evolução. Por meio do diálogo entre a nossa equipe pedagógica, buscamos sempre a melhor forma para extrair o melhor da base curricular para a sala de aula”, explica.

O outro tópico central da live foi a forma com a qual a rede de ensino deve cuidar do futuro dos estudantes no período pós-pandemia. Neste contexto, o foco esteve nos trabalhos feitos em Suzano e em Barcarena para garantir o menor impacto possível no ensino dos alunos ao longo dos últimos três anos e o que está sendo planejado para 2023.

Para Bassini, o primeiro ponto a se atentar no trato com os alunos para este ano é não perder de vista a continuidade do ensino. “Os últimos três anos foram difíceis por conta da pandemia, que, infelizmente, deixou reflexos psicológicos e educacionais. Por isso, o planejamento de 2023 não passa apenas pelos próximos meses, mas sim, por toda essa luta contra a Covid-19”, ressalta.

“Suzano entende mais do que nunca que a aprendizagem das crianças de hoje é um ciclo contínuo e, por isso, estamos trabalhando para começar o ano letivo com tudo muito bem definido para suprir possíveis lacunas ao retomar conteúdos prévios, mantendo o curso regular do ensino em paralelo”, concluiu o secretário.