15/09/2022

Saúde Mental de Suzano capacita servidores para prevenção contra suicídio

Saúde Mental de Suzano capacita servidores para prevenção contra suicídio

Iniciativa levou mais de 300 pessoas ao Mirambava e faz parte da campanha Setembro Amarelo; além dos servidores houve também a participação de instituições e ensino do Alto Tietê

A Rede de Atenção Psicossocial (Raps), da Secretaria Municipal de Saúde, realizou nesta quinta-feira (15/09) o 2º Simpósio Anual Intersetorial de Prevenção e Posvenção ao Suicídio de Suzano. O evento começou às 13 horas e seguiu até as 17 horas, no Complexo Cultural e Educacional Mirambava, na região central da cidade, e teve a participação de 306 pessoas. Estiveram presentes na capacitação servidores da Educação, Saúde, além de outras pastas e instituições de ensino.

A iniciativa contou com a coordenação da enfermeira suicidologista do Centro de Atenção Psicossocial (Caps) Alumiar, Isabele Trindade, a participação da documentarista, escritora, artista e professora Maura Ambar, com o tema “O suicídio e as mídias sociais”, e da pedagoga e psicóloga, especializada em suicidologia e luto, Isamara Andrade, com a apresentação “A comunidade, a família e a escola e seu importante papel na prevenção ao suicídio de adolescentes”.

O simpósio faz parte do calendário da Prefeitura de Suzano para o “Setembro Amarelo”, sob o tema “Uma Campanha pela Sua Vida, Porque Todas Importam!”, que busca prevenir os casos de suicídio na cidade. “Este evento é voltando para toda rede intersetorial e foi promovido para que os profissionais estejam preparados para intervir em qualquer situação de risco de suicídio. Esta foi a segunda vez que realizamos o simpósio e, pouco antes do evento começar, ainda recebemos pessoas que não tiveram tempo de se inscrever e também vieram, então tivemos um grande público aqui no Mirambava”, informou a coordenadora da Raps, Dulce Ramos.

A enfermeira Isabele destacou que o simpósio vem ao encontro do que a sociedade precisa fazer para enfrentar esse tema. “Queremos mostrar a importância deste tema, sensibilizar as pessoas e mostrar as ferramentas de que todos podem participar deste cuidado e prevenção, afinal, todos nós fazemos parte de uma rede que pode ajudar quem mais precisa”.

Apesar de muitos encararem este assunto como um tabu, o tema merece ser inserido por quem vive o dia a dia da cidade, não para se tornar algo mórbido, mas sim para encontrar ferramentas para ajudar pessoas que se encontram nesta situação de risco. “Temos uma equipe da Saúde Mental muito competente com ajuda da Isabela e somos referência neste trabalho. Entender a situação de suicídio como algo que não deve ser mencionado, só aumenta o medo, o importante é discutir isso com quem pode fazer a diferença e essa é a ideia desse simpósio intersetorial. Nossa equipe da Saúde Mental é muito competente e com ajuda da Isabela somos referência neste trabalho”, afirmou o secretário de Saúde de Suzano, Pedro Ishi.

Já o titular da Educação de Suzano, Leandro Bassini, que também participou da abertura do evento, afirmou que este tema não pode ficar afastado das escolas. “Temos muitas secretarias envolvidas e a Educação não poderia ficar de fora. Nós já temos o programa ‘Prevenir a Violência Escolar’ e esta é uma temática que deve ser conversada nas escolas, com ajuda de psicólogos, e assim como tantos outros assuntos tão difíceis de serem debatidos em nossa sociedade”, concluiu.

Por fim, a diretora de Atenção Básica da Saúde de Suzano, Flávia Verdugo, enalteceu a realização da capacitação. “Nosso objetivo é fortalecer a rede intersetorial, a de atenção e a de atendimento, porque quanto mais próximo a gente estiver desses casos, melhor vai ser nosso resultado e com mais qualificada será nossa intervenção para prevenção”.

Além dos servidores municipais, enviaram representantes para participar do simpósio a Faculdade Piaget, a Faculdade Braz Cubas, a Universidade Mogi das Cruzes (UMC), o Senai, o Sesi, a Fundação Casa, a Guarda Mirim de Suzano e o Instituto Saint Nicholas Care.