23/11/2022

Saúde de Suzano abre cadastro para ‘xepa da vacina’ Pfizer Baby

Saúde de Suzano abre cadastro para ‘xepa da vacina’ Pfizer Baby

Aplicações estão sendo destinadas para bebês que possuem entre seis meses e 2 anos sem comorbidades; iniciativa ocorre em três UBSs da cidade

A Prefeitura de Suzano, por meio da Secretaria Municipal de Saúde, está realizando o cadastramento para que crianças entre seis meses e 2 anos, sem comorbidade, possam tomar a primeira dose da vacina contra o coronavírus (Covid-19). Essa iniciativa, conhecida como “xepa da vacina”, ocorre em três unidades de saúde da cidade. A imunização também será aplicada nas mesmas três unidades.

A ação foi colocada em prática em razão da abertura dos frascos do imunizante Pfizer Baby, que contém dez doses no total, porém possuem uma validade de 12 horas após abertos e para evitar que o material perca seu poder imunizante e seja descartado, a prefeitura deu início aos cadastros para os interessados em adiantar a imunização.

Os cadastros começaram nesta quarta-feira (23/11), entretanto não têm uma data para acabar, e podem ser realizados na Unidade Básica de Saúde (UBS) Prefeito Alberto Nunes, o CSII, que fica localizada na avenida Paulo Portela, 205, no centro de Suzano; na UBS Vereador Octacilio de Carvalho Schiavi, que fica na rua Presbítero Benedito de Oliveira, 35, no bairro Jardim Dona Benta; e na UBS Palmeiras, na rua Crispim Adelino Cardoso, 137, no Recanto Feliz.

Para realizar o cadastro, os responsáveis pelas crianças precisam se dirigir até uma UBS participante da “xepa da vacina”, com documentos pessoais e um telefone de contato. Após essa etapa, o morador deverá aguardar o contato da unidade para levar a criança para tomar a primeira dose.

O secretário de Saúde de Suzano, Pedro Ishi, destacou que oferecer as doses excedentes nesta fase da campanha contra a Covid foi pensada justamente para ampliar a oferta de doses e evitar o desperdício dos frascos abertos. “Temos que otimizar ao máximo nossas ações para que nossos moradores não fiquem sem tomar a vacina e, também, que não percamos os frascos abertos porque o recipiente ficou tempo demais aberto e não possui mais eficiência. Com a abertura da ‘xepa da vacina’ conseguimos evitar desperdícios e garantir as doses para quem vem nos procurar em busca de imunização”, apontou o chefe da pasta.

Paralela a esta ação, a vacinação de bebês entre seis meses e 2 anos com comorbidade continua ocorrendo de forma normal nas três unidades de saúde. Para receber a primeira dose será necessário apresentar receita ou relatório médico que ateste a comorbidade da criança e documentos pessoais como RG, CPF, cartão do Sistema Único de Saúde (SUS), comprovante de residência e carteirinha de vacinação. Para estes casos, o atendimento ocorre de segunda a sexta-feira, das 9 às 15 horas, sem a necessidade de agendamento prévio.