16/10/2021

Saspe inicia prazo para indicações ao projeto ‘Mulheres Fazendo História’

Saspe inicia prazo para indicações ao projeto ‘Mulheres Fazendo História’

Iniciativa da administração municipal homenageia figuras femininas ou grupos que promoveram avanços em Suzano

O Serviço de Ação Social e Projetos Especiais (Saspe) se prepara para mais uma edição do evento “Mulheres Fazendo História na Cidade de Suzano”. Por meio de indicação popular, a iniciativa homenageia mulheres ou grupos femininos que promoveram avanços na cidade. Qualquer pessoa pode indicar um ou mais nomes por meio do link bit.ly/MulheresFazendoHistoria2022 até 16 de novembro. Ao todo, serão oito selecionadas para a homenagem, programada para 8 de março de 2022, quando é celebrado o Dia Internacional da Mulher.

Esta é a terceira edição do projeto, que teve início em 2020, com uma cerimônia emocionante sediada no Teatro Municipal Dr. Armando de Ré. Em 2021, a iniciativa foi adaptada para o formato virtual devido à pandemia do novo coronavírus (Covid-19). Na ocasião, as homenageadas tiveram a trajetória narrada por meio de um mini-documentário produzido em parceria com a Secretaria Municipal de Comunicação Pública.

Para o ano que vem, 2022, a expectativa é de que o projeto possa retomar a cerimônia presencial, mas mantendo a essência documental. De acordo com a dirigente do Saspe, a primeira-dama Larissa Ashiuchi, o objetivo é dar visibilidade e resgatar a memória de mulheres que promoveram avanços sociais na comunidade suzanense e que, a partir desse protagonismo, puderam contribuir com o crescimento sócio, político, econômico e cultural da história do município.

Ela afirmou que ao longo dessas duas primeiras edições foi percebida com ainda mais nitidez a importância desse projeto. Por meio da indicação popular, a ação enaltece grandes mulheres da cidade e garante a oportunidade de conhecer e dar visibilidade a outras histórias até então desconhecidas para a grande maioria das pessoas. Para Larissa, Suzano é uma cidade formada por mulheres fortes, que nem sempre estão nos holofotes, mas que estão fazendo a diferença na comunidade, sendo esta a identidade do povo que merece sempre ser lembrada.

Para indicar uma homenageada, basta preencher o formulário disponível em bit.ly/MulheresFazendoHistoria2022. O documento é dividido em duas seções, sendo a primeira voltada aos dados pessoais do proponente e a segunda específica sobre a mulher ou grupo feminino sugerido.

A diretora de projetos do Saspe, Sandra Lopes Nogueira, também lembrou que as informações são sigilosas e qualquer pessoa pode fazer essa indicação uma ou mais vezes. “Se você conhece a história de uma mulher inspiradora, que fez ou que faz o bem na comunidade, promove melhorias ou se dedica a alguma atividade especial, indique ela para essa homenagem. Descobrimos histórias incríveis que devem e merecem ser ampliadas”, completou.

Em 2020, as indicadas e selecionadas foram: Rede Feminina de Combate ao Câncer; Comissão da Mulher Advogada; Associação de Assistência à Mulher, ao Adolescente e à Criança Esperança (AAMAE); e Patrulha Maria da Penha, da Guarda Civil Municipal (GCM). Também foram escolhidas as histórias da educadora Cláudia Adriana Oliveira, da advogada Elvira Pavésio, da jornalista Edmara Martins Soares e da merendeira Silmara Moraes.

Já em 2021, a edição relembrou a luta das mulheres por trás do Grupo Apoio Autista (GAA Suzano), da ONG Esperança e Destino, da prática oriental Lian Gong, da Associação de Apoio para Deficientes Visuais de Suzano (AADEVIS) e da Associação de Pais e Amigos dos Excepcionais (Apae), além de destacar as histórias da empreendedora Michele Oliveira e das voluntárias Shirley Rodrigues e Luciana Souza dos Santos Cavalcante.

Reconhecimento
No último mês de setembro, o projeto “Mulheres Fazendo História na Cidade de Suzano” foi homenageado na Câmara de Suzano. O requerimento do Conselho Municipal dos Direitos da Mulher (CMDM) foi aprovado por unanimidade na Casa de Leis durante sessão ordinária. A moção de aplausos de autoria dos vereadores visa reconhecer a importância da iniciativa para valorização do protagonismo feminino na construção do município.