15/09/2021

Saspe inicia aulas presenciais da formação básica em jardinagem

Saspe inicia aulas presenciais da formação básica em jardinagem

Curso é totalmente gratuito e contempla turma de dez pessoas em atividades práticas no Viveiro Municipal

O Serviço de Ação Social e Projetos Especiais (Saspe) está realizando nesta semana o curso presencial de jardinagem básica. A iniciativa conta com aulas práticas no Viveiro Municipal Tomoe Uemura e é oferecida por meio de parceria com o Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae) e o Serviço Nacional de Aprendizagem Comercial (Senac).

Com carga horária de 48 horas, a modalidade contempla de forma totalmente gratuita uma turma de dez inscritos. A quantidade de vagas para o curso foi reduzida como uma medida para acolher todos em segurança, seguindo os protocolos sanitários contra o novo coronavírus (Covid-19). Para suprir a busca pelo conteúdo prático, o órgão suzanense ainda conta com uma lista de espera, onde as pessoas cadastradas deverão ser chamadas no futuro para compor novas turmas desta capacitação.

Ao longo das aulas, que acontecem das 13 às 17 horas, os participantes estão aprendendo os vários aspectos que envolvem a prática de jardinagem, desde a análise do solo até os métodos de plantio e cultivo. O conteúdo programático também compreende o estudo da fisiologia das plantas, com observações sobre os cuidados com cada tipo acerca de luz, temperatura, vento e irrigação.

Além disso, os inscritos aprenderão a observar a qualidade do solo, as formas de adubação e terão contato com técnicas de capinação das áreas verdes e limpeza de solo e canteiros, para impedir a proliferação de ervas invasoras e retirar folhas velhas, restos de construção e pedras. Por fim, os instrutores ensinarão métodos de controle de pragas e doenças, para tratar as plantas e mantê-las saudáveis, e de compostagem. Os conteúdos seguirão até o dia 28.

Segundo a dirigente do Saspe, a primeira-dama Larissa Ashiuchi, o mês de setembro marca o retorno das atividades presenciais na unidade suzanense, que atualmente conta com nove turmas em capacitações diversas, compreendendo as áreas de estética, confeitaria, jardinagem e manutenção de computadores. Ao todo, mais de 70 pessoas estão sendo beneficiadas pela iniciativa gratuita, além daquelas cadastradas na fila de espera, que deverão ser atendidas nos próximos meses.

Larissa comentou que todos os conteúdos aliam conhecimento teórico ao prático. Com o apoio dos instrutores, do Sebrae e do Senac, ela pontua que a meta é capacitar o máximo possível de pessoas para que possam empreender e conquistar uma nova fonte de renda. A dirigente concluiu dizendo que são ótimas oportunidades tanto para quem busca um novo trabalho como para aqueles que querem aprimorar suas habilidades.