04/08/2020

Posto de Coleta de Leite Humano registra aumento de 45% no estoque

Posto de Coleta de Leite Humano registra aumento de 45% no estoque

Doações beneficiaram 30 recém-nascidos internados na Santa Casa de Misericórdia no mês passado

Na Semana Mundial de Aleitamento Materno, comemorado neste mês que é conhecido como Agosto Dourado, o Posto de Coleta de Leite Humano (PCLH) de Suzano informou que beneficiou 30 recém-nascidos internados na Santa Casa de Misericórdia em julho. Isso só foi possível por causa das doações realizadas pelas mães cadastradas, que, mesmo em meio à pandemia do novo coronavírus (Covid-19), ampliaram o estoque em 45%.

Segundo dados do setor, a coleta passou de 79 litros de leite humano em junho para 115 litros em julho. Atualmente, há 89 doadoras e foram realizadas ainda 120 visitas domiciliares, de acordo com a Santa Casa, responsável pela gerência do PCLH.

Por causa da pandemia, neste ano não haverá ação externa, mas no dia 28 de agosto (sexta-feira) será realizada uma ação com as gestantes internadas com o intuito de destacar a importância da data. Estão previstas uma roda de conversa sobre o aleitamento materno e distribuição de lembranças e certificados para as doadoras. Os detalhes ainda estão sendo definidos.

É importante ressaltar que em Suzano as captações de leite materno estão ocorrendo normalmente, com todas as medidas de prevenção à Covid-19. São realizados o cadastro e a coleta domiciliar. A mãe que tiver interesse em ser uma doadora pode entrar em contato pelo telefone (11) 4745-3333, ramal 3379.

Conscientização
De acordo com a Secretaria Municipal de Saúde, devido à pandemia da Covid-19, não houve adesão à campanha Agosto Dourado com as ações comumente realizadas em anos anteriores, porém o acolhimento e as orientações às mães sobre o tema seguem normalmente.

Um exemplo é a Unidade de Saúde da Família (USF) Recanto São José, no distrito de Palmeiras, que está promovendo conscientização sobre a importância da amamentação às gestantes que estão prestes a ganhar o bebê e às mães que comparecem à primeira consulta.

O tema abordado durante os atendimentos é “Quando o Amor Transborda em Forma de Alimento”. Ao saírem, as mães recebem uma lembrança personalizada e um chaveiro de fuxico feito pela equipe do posto.

“O leite materno é um alimento completo, vivo e ativo, que vale ouro porque contém os nutrientes necessários ao bebê em todas as suas fases de crescimento, além de fornecer anticorpos, favorecendo a imunidade e fortalecendo o vínculo entre mãe e filho”, disse a enfermeira gerente Letícia Paranhos.

A paciente Júlia Luana dos Santos, mãe de Victor, de dois meses, aprovou a iniciativa. “Para mim, essa ação é de extrema importância, pois por meio da informação hoje amamento meu filho, que tem se desenvolvido muito bem, garantindo que ele tenha uma boa imunidade”, frisou.

O secretário de Saúde de Suzano, Luis Claudio Guillaumon, comentou que as gestantes pacientes da rede municipal recebem todas as orientações sobre o tema desde o pré-natal. Já faz parte da rotina, seguindo o programa de humanização até o nascimento. Infelizmente, neste ano não haverá ações externas e nem em grupo, pois a proteção contra o coronavírus (Covid-19) é prioridade para todos neste momento delicado de pandemia.