22/12/2021

Operação Cata-Treco recolhe mais de 3 mil toneladas de inservíveis no ano

Operação Cata-Treco recolhe mais de 3 mil toneladas de inservíveis no ano

De janeiro a novembro, as equipes do projeto da Secretaria Municipal de Governo visitaram 103 bairros de Suzano

A Operação Cata-Treco conseguiu recolher mais de 3 mil toneladas de materiais inservíveis durante o ano. O número é apontado no levantamento da Secretaria de Governo de Suzano, que coordena o projeto, e representa o resultado da atuação desde janeiro em todos os pontos da cidade. A expectativa agora é aumentar a abrangência das coletas em 2022.

As equipes envolvidas circularam por 103 bairros do município e atenderam a mais de mil pedidos feitos por meio do formulário online disponível em bit.ly/CTnoBairro. Ao longo de 2021, por meio dos caminhões da iniciativa, recolheram 3.127 toneladas de objetos, ou seja, uma média de 284 toneladas por mês.

Todos os ciclos cumpridos tinham duração de sete dias úteis e foram realizados quatro cronogramas por mês. Os destaques foram os meses de janeiro, março, junho e novembro, quando as equipes recolheram mais de 300 toneladas em suas atividades.

As regiões norte, sul e central de Suzano foram contempladas com visitas regulares. Entre os locais que mais registraram atendimentos estão Cidade Cruzeiro do Sul, Jardim Casa Branca, Jardim dos Ipês e Cidade Miguel Badra. Cada um desses bairros e adjacências teve, pelo menos, nove visitas ao longo do ano.

O secretário municipal de Governo, Alex Santos, destacou que grande parte do trabalho se deu em razão dos pedidos dos moradores. “Foi um ano muito produtivo no serviço de coleta, afinal, foram mais de 3 mil toneladas de inservíveis recolhidas das ruas. As nossas equipes trabalharam muito ao longo dos meses, tanto nos atendimentos regulares quanto nas ações especiais aos fins de semana”, disse.

Em setembro, as equipes iniciaram coletas fixas aos fins de semana na região central da cidade. O procedimento foi conduzido de forma similar às visitas semanais nos bairros. O fluxo menor de veículos propiciou os atendimentos a comércios e residências da zona a cada 15 dias. Desde seu anúncio, foram realizadas seis ações especiais na região central, aos domingos, das 10 às 17 horas.

“Reunimos muitos materiais que, felizmente, puderam ser descartados e reaproveitados da maneira correta nos ecopontos da cidade. Foram várias horas de serviço nas ruas, sempre atendendo as demandas, reunindo inservíveis e auxiliando inclusive na zeladoria da cidade. As equipes estão de parabéns pelo empenho nestes meses e a expectativa é melhorar ainda mais em 2022”, finalizou.