19/06/2020

Fiscais flagram infrações e orientam lojistas na 1ª semana de flexibilização

Fiscais flagram infrações e orientam lojistas na 1ª semana de flexibilização

Membros do Departamento de Fiscalização de Posturas constataram aglomerações, falta de uso de máscaras e bares e lanchonetes com consumo nos locais

O Departamento de Fiscalização de Posturas da Prefeitura de Suzano registrou algumas irregularidades no funcionamento do comércio nesta primeira semana de flexibilização da quarentena contra o novo coronavírus (Covid-19). Atualmente, o município está na Fase 2 – Laranja do plano estadual de retomada das atividades econômicas.

Após denúncia anônima, os fiscais flagraram lojas com aglomerações (no centro e no Jardim Dona Benta), lanchonetes com consumo no local (centro), pet shop sem o cumprimento do uso de máscaras (Vila Amorim) e dois bares abertos ao público (centro). Em relação ao horário de funcionamento, não houve infrações.

O diretor de Posturas, Edson Tavares, disse que, como os comerciantes ainda estão se adaptando às novas normas, quem passou um pouco do horário de funcionamento permitido recebeu orientações das equipes. Os estabelecimentos onde foram flagradas irregularidades podem ser multados em caso de reincidência.

Vale lembrar que na Fase 2 – Laranja estão liberados para funcionamento escritórios, lojas de rua, shopping, concessionárias, imobiliárias e atividades da economia criativa, como a produção audiovisual e edição de livros, jornais e revistas, além do pleno funcionamento da indústria e da construção civil.

Para isso, porém, é preciso seguir determinações como: operar com a capacidade limitada a 30% e horário reduzido (serviços das 9 às 15 horas, comércio das 10 às 16 horas, shopping das 13 às 20 horas e concessionárias de veículos das 12 às 18 horas); adotar protocolos para padrões de higiene, como uso de máscara e álcool em gel e aferição de temperatura; distanciamento; entre outras medidas, conforme recomendações do Ministério da Saúde e da Secretaria de Estado da Saúde.

As ações das equipes vão seguir enquanto durar a quarentena, como forma de preservar a integridade e a saúde das pessoas e estimular a conscientização sobre a importância do isolamento social. Denúncias podem ser feitas ao Departamento de Fiscalização de Posturas, pelo telefone (11) 4745-2046, ou para a GCM, no número (11) 4746-3297.