17/01/2022

Educação e Aamae realizam projeto de férias para alunos em situação de vulnerabilidade

Educação e Aamae realizam projeto de férias para alunos em situação de vulnerabilidade

Iniciativa oferece novas opções de lazer para 217 crianças e adolescentes de Suzano até o fim do mês

A Secretaria de Educação de Suzano e a Associação de Assistência à Mulher ao Adolescente e a Criança Esperança (Aamae) deram início nesta segunda-feira (17/01) a um novo projeto de férias escolares, voltado para atender alunos em situação de vulnerabilidade social do município. Com isso, serão oferecidas atividades esportivas e culturais a 217 crianças e adolescentes até o fim de janeiro.

Para os adolescentes e crianças acima de cinco anos, o projeto oferece a temática “Olimpíadas”, possibilitando aos jovens o contato com novas modalidades esportivas. A medida reforça a integração e a interação sociais, além de incentivar a prática de exercícios e a busca por uma vida mais saudável. Já com as crianças de dois a quatro anos, o objetivo é resgatar brincadeiras infantis antigas, como amarelinha e pular corda, para o desenvolvimento de valores importantes para essa faixa etária, como a convivência com outras crianças e os meios de se expressar e lidar com os sentimentos.

Os beneficiados já estão sendo recebidos nas duas sedes da Aamae na Cidade Miguel Badra. As atividades são oferecidas em dois pontos diferentes para evitar grandes aglomerações e distribuir o contingente de crianças de acordo com a proximidade de suas casas. O projeto acontece de segunda a sexta-feira, das 9 horas ao meio dia e das 13 às 16 horas. Os participantes também recebem café da manhã e, à tarde, lanche. A medida contempla 150 estudantes inscritos no Centro de Convivência da cidade e 67 atendidos pelas creches conveniadas.

O secretário municipal de Educação, Leandro Bassini, ainda destacou que, ao final do projeto, todos os participantes ganharão um passeio gratuito aos parques municipais, uma visita ao cineteatro ou uma confraternização especial. O destino ainda será definido e levará em consideração as medidas e recomendações de combate à Covid-19, visto o aumento de casos de síndromes gripais e do novo coronavírus na região.

“Este projeto foi pensado exclusivamente para as crianças e jovens atendidas pelo Centro de Convivência e pelas creches ligadas à Aamae. Com isso, podemos oferecer novas opções de lazer para este público, que se encontra em situação de vulnerabilidade social. Essa é uma importante forma de dar continuidade ao aprendizado lúdico das salas de aula e oferecer opções seguras e educativas para a diversão das crianças durante as férias letivas”, concluiu Bassini.