27/09/2021

Educação de Suzano garante bolsas de estudos da FGV para 750 servidores

Educação de Suzano garante bolsas de estudos da FGV para 750 servidores

Investimento de R$ 1 milhão viabiliza curso MBA em Gestão Escolar e de aperfeiçoamento para a rede

O prefeito de Suzano, Rodrigo Ashiuchi, anunciou nesta segunda-feira (27/09) o início de mais uma parceria com a Fundação Getúlio Vargas (FGV), que vai oferecer 750 bolsas de estudos para os servidores da Secretaria Municipal de Educação, sendo cem vagas no curso de MBA em Gestão Escolar e 650 no curso de aperfeiçoamento “Trilha de Aprendizagem para Gestores Escolares”.

A proposta, que faz parte do programa de formação continuada da secretaria, foi apresentada durante cerimônia com a participação virtual do diretor do Centro de Desenvolvimento da Gestão Pública e Políticas Educacionais da FGV, José Henrique Paim; do secretário municipal de Educação, Leandro Bassini; e dos colaboradores contemplados com a ação.

Na oportunidade, o titular da pasta explicou que a iniciativa tem o objetivo de oferecer aos profissionais da Educação uma formação que promova conhecimentos teóricos, ferramentas de gestão e práticas cotidianas. O MBA em Gestão Escolar é voltado a assistentes técnicos de área, supervisores de ensino, diretores e professores responsáveis por unidades escolares e coordenadores pedagógicos.

Ele detalhou que o anúncio é importante porque faz parte de uma trajetória de quatro anos de várias formações, principalmente para os docentes, sendo que os diretores e supervisores ainda não tinham um curso que oferecesse essa capacitação especializada e muito necessária para a gestão escolar.

Ao todo, foram cerca de dois anos de negociação com a entidade até o fechamento deste grande pacote que contempla oportunidades no MBA e no curso de aperfeiçoamento, alcançando servidores que são peças fundamentais para o êxito na gestão escolar. Ele ressalta que a ideia é compreender a gestão e trabalhar liderança. Além dos diretores e supervisores, há o curso de aperfeiçoamento para diferentes trabalhadores que já têm ensino superior completo, como professores e auxiliares administrativos das unidades, por exemplo.

O prefeito Rodrigo Ashiuchi destacou que o investimento total na iniciativa é de R$ 1 milhão, sendo um índice negociado uma vez que o valor real poderia chegar a R$ 8 milhões, com bolsas de MBA avaliadas em até R$ 40 mil e bolsas no curso de aperfeiçoamento que chegam a R$ 6 mil. O chefe do Executivo suzanense pontua que as equipes técnicas das escolas são elementos poderosos de transformação. Enquanto investimento público, será pedido para que os contemplados apliquem nas unidades o projeto final desta formação, afirmando o desejo de que os servidores devolvam esse valor em prestação de serviços para o município. A contrapartida é uma educação cada dia mais qualificada, apostando no futuro das nossas crianças.

O presidente do Sindicato dos Servidores Públicos Municipais de Suzano, Claudio Aparecido dos Santos, o Ted, também comemorou a novidade e destacou a relevância da iniciativa. Ele comenta que o apoio é feito a tudo o que vem de interesse ao servidor, qualificando o profissional e melhorando as condições de trabalho. Além da capacitação ao servidor, a parceria ainda vai render frutos para a Educação.

Já o diretor do Centro de Desenvolvimento da Gestão Pública e Políticas Educacionais da FGV, José Henrique Paim, reforçou em uma mensagem em vídeo a importância da capacitação, sobretudo neste período de pandemia. Ele comentou saber dos desafios da educação pública e disse ter grande satisfação em estabelecer a parceria com Suzano, pensando em conteúdos que vão fazer a diferença na rede ensino da cidade. Agora, na pandemia, comentou que a Educação se reinventou e essa formação vem nesse propósito de transformar a gestão da educação, voltada ao aprendizado a partir de uma cultura de acompanhamento, com compromisso e dedicação dos bolsistas.

A cerimônia também foi prestigiada pela secretária municipal de Administração, Cintia Renata Lira; pelo presidente da Comissão Permanente de Educação, o vereador Artur Takayama; e pelo vereador José de Oliveira Lima, o Zé Oliveira.