17/11/2022

Educação abre inscrições para EJA 2023 no próximo dia 5

Educação abre inscrições para EJA 2023 no próximo dia 5

Programa Educação de Jovens e Adultos oferece acesso aos estudos e nivelamento intensivo de forma gratuita para munícipes acima de 15 anos

A Secretaria Municipal de Educação disponibilizará vagas para o programa Educação para Jovens e Adultos (EJA) destinado aos suzanenses que buscam um curso intensivo para iniciar ou concluir seu processo de alfabetização a partir de 5 de dezembro (segunda-feira). Os interessados devem ter mais de 15 anos para participar, podendo confirmar seu cadastro em qualquer unidade escolar do município mediante a apresentação de um comprovante de residência e um documento de identidade com foto.

As aulas serão realizadas a partir de 2023 nas escolas municipais Abrão Salomão Domingues (Tabamarajoara), Adélia de Lima Franco (Jardim Amazonas), José Celestino Sanches (Jardim Varan), Célia Pereira de Lima (Jardim Cacique), Luiz Romanato (Vila Maluf), Professora Mércia Amaral Andrade de Brito (Parque Residencial Casa Branca) e Victor Salviano (Cidade Miguel Badra). Nelas, os participantes terão acesso ao processo de alfabetização para leitura e escrita, além dos conteúdos das principais disciplinas ensinadas nesta fase, como Língua Portuguesa, Matemática, História, Geografia, Ciências e Artes.

O projeto também inclui formações específicas de acordo com a necessidade dos interessados. Para pessoas acima de 15 anos, é possível realizar o processo com os conceitos tipicamente aplicados no ensino fundamental; já os munícipes que têm mais de 18 anos, por sua vez, podem cursar diretamente o programa do ensino médio, caso desejarem.

Ao longo de 2022, os cursos contaram com 220 suzanenses matriculados, estando em processo de formação em suas áreas. O período de capacitação é variado, sendo um fator individualizado de aluno para aluno, mas o tempo médio para formação é de dois anos para que o munícipe termine a EJA alfabetizado e com a certificação de conclusão dos ensinos fundamental e médio. Para 2023, a expectativa é contar com ainda mais estudantes buscando elevar ou complementar seu nível de escolaridade.

De acordo com o secretário municipal de Educação, Leandro Bassini, o trabalho de nivelamento pode ajudar este público a completar uma etapa fundamental do processo de formação. “O estudo é um direito de todos, pois assim o indivíduo, independentemente de sua condição financeira ou social, pode almejar um futuro melhor para si e sua família. Completar os ensinos fundamental e médio é a porta de entrada para uma faculdade”, apontou.