Curso de Promotoras Legais evidencia violência obstétrica em nova aula

Publicado em: 28 Set, 2021

Enfermeira Lilian Pereira norteia debate em 26ª aula; material é compartilhado com alunas de Suzano e de Minas Gerais

As alunas do curso de Promotoras Legais Populares (PLP) acompanham nesta terça-feira (28/09) a 26ª aula, com o tema “Violência Obstétrica”, tendo à frente a enfermeira Lilian Pereira. O conteúdo, disponível pelo Serviço de Ação Social e Projetos Especiais (Saspe), pode ser acompanhado no canal “TV Prefeitura de Suzano” (bit.ly/TVPrefeituradeSuzano).

Com duração de aproximadamente uma hora, a nova palestra traz para o debate as atitudes que podem ser consideradas violência obstétrica e quais os locais em que as futuras mães podem buscar apoio quando têm os direitos violados.

Educadora Popular e presidente do Centro Tereza de Benguela de Promotoras Legais Populares de Itaquaquecetuba, Lilian compartilha de forma muito sensível um relato próprio de violência obstétrica que sofreu durante a sua gestação, além de evidenciar que, no Brasil, uma a cada quatro mulheres é vítima desse tipo de violência.

Ela informa que as pessoas precisam entender que cada gestação é diferente e cada mulher passa por um processo único. A violência obstétrica ocorre apenas no parto, mas também desde o pré-natal até o período puerperal.

A palestrante também compartilhou que o tipo de violência mais cometido neste período é a psicológica, muitas vezes proibindo que a mãe se expresse ou grite. Lilian argumentou que a maior dor é aquela que cada um está sentindo. Ela firma que não é porque se está em um parto que é preciso ficar, às vezes, mais de 10 horas sentindo uma dor intensa.

Para a dirigente do Saspe, a primeira-dama Larissa Ashiuchi, o tema proposto é de suma importância, uma vez que evidencia situações que muitas vezes podem ter sido naturalizadas, mas que são erradas. Ela destacou que mais de 300 alunas vão compreender os tipos de violência, se aprofundando na obstétrica. Larissa pontua que é importante tocar nesse assunto e expor ações errôneas que machucam milhares de mulheres todos os dias no País.

Sobre o curso

O Promotoras Legais Populares é uma capacitação gratuita voltada às mulheres maiores de 18 anos, com foco na cidadania sob a perspectiva da igualdade de direitos entre as diversidades de classe social, étnico-racial, sexual e suprapartidário.

Os temas são escolhidos por meio de uma minuciosa curadoria de conteúdos referentes às temáticas semanalmente abordadas. Além das 300 alunas de Suzano e região inscritas, desde julho, outras 97 mulheres de Minas Gerais ingressaram no curso, levando os conhecimentos para outras cidades.

Canais Oficiais

Siga-nos nas redes sociais

Endereço

Rua Baruel, 501 Centro
08675-000

Presidente FUSS

Larissa Ashiuchi

Telefone

(11) 4745-2188