24/05/2022

Curso de Boas Práticas atrai 80 comerciantes de Suzano

Curso de Boas Práticas atrai 80 comerciantes de Suzano

Representantes de bares, restaurantes, mercados e entregas por aplicativo participaram da capacitação

A Vigilância Sanitária de Suzano realizou nesta terça-feira (24/5) o curso de Boas Práticas para o público que comercializa e produz alimentos para serem vendidos na cidade. A capacitação reuniu 80 pessoas e ocorreu durante todo o dia, no Centro de Educação e Cultura Francisco Carlos Moriconi, que fica localizado na rua Benjamin Constant, 682, no centro.

Esta foi a primeira capacitação presencial após o período mais crítico da pandemia de coronavírus (Covid-19) e a presença dos profissionais do segmento acabou surpreendendo o diretor da Vigilância Sanitária, Mauro Vaz. “Superou nossas expectativas em questão de público, tanto que estamos pensando em organizar um novo curso para o pessoal que se inscreveu e não pôde participar, por conta do espaço físico”, detalhou Vaz, ressaltando que o lugar onde ocorreu a capacitação possui lotação máxima de 80 pessoas.

Entre os temas da capacitação foram apresentados exames de rotina para manuseio de alimentos, organização de estoques sem correr riscos de vencimento, legislação da Vigilância Sanitária e condições de trabalho.

Segundo o diretor, a própria pandemia foi um dos motivos para aplicação do “Boas Práticas” no Moriconi. “A pandemia fez surgir muitas empresas que fazem entrega de alimentos por aplicativo, então temos muitos locais que produzem as refeições e as entregam por meio de aplicativo, como um pastel, por exemplo, e não poderíamos deixar de ir atrás deste grupo”.

Apesar disso, Vaz informou que representantes de outros tipos de estabelecimentos também compareceram à capacitação. “O público estava bastante interessado, vieram pessoas que trabalham em supermercados, restaurantes, bares, houve até mais de um representante para o mesmo comércio. Foi muito gratificante, missão cumprida”.

Por fim, o diretor destacou que a Vigilância não deve ser vista somente como um órgão que aplica sanções, mas sim uma entidade que caminha junto aos empreendedores. “Não somos apenas uma agência de punição, mas sim um parceiro do consumidor e daqueles que trabalham e comercializam alimentos. Este curso nos deixou muito felizes e posso dizer que a Vigilância Sanitária de Suzano colabora com a cidade”, finalizou.

A próxima capacitação ainda não tem uma data fechada para ocorrer, entretanto, a expectativa é que o evento possa ocorrer já nas próximas semanas.