20/09/2022

Cultura promove noite de discussões sobre obra literária social

Cultura promove noite de discussões sobre obra literária social

Programa Agita Palmares tem como convidado o professor Agnaldo Benedito para conduzir o encontro desta quarta-feira (21/09)

A Secretaria Municipal de Cultura, por meio do programa Agita Palmares, promove nova edição do encontro “Vozes que Representam”, voltado para discussão de produções culturais inspiradas nos temas afrodescendentes, a partir das 19 horas desta quarta-feira (21/09) nas dependências do Centro de Educação e Cultura Francisco Carlos Moriconi (rua Benjamin Constant, 682 – Centro). A reunião será realizada no Anfiteatro Orlando Digenova e apresentará a resenha da obra literária “Não temos muito tempo”, de Mano Cákis, com entrada gratuita a todos os públicos.

Os participantes acompanharão o resumo sobre o livro de contos que busca surpreender o leitor por meio de situações fantásticas, absurdas ou ainda pelo conhecimento do mundo por meio de experiências vividas pelo próprio autor. Mano Cákis traz temáticas de grande relevância para a sociedade atual com contradições estilísticas, tornando a leitura em um estudo instigante.

O evento será conduzido pelo professor Agnaldo Benedito, profissional da rede pública de ensino que tem formações superiores em história, sociologia e pedagogia. Ele é apoiador e idealizador de inúmeros projetos culturais na Grande São Paulo, tendo experimentado atividades como contação de história, teatro e musicalização. Nesta última, chegou a fazer parte da banda “O Ato Final” entre 2015 e 2018.

De acordo com o professor e anfitrião da noite, o termo que define sua produção e vida é “agitador cultural”. “Eu sou pai de três filhos e tenho algumas vivências que despertam mais e mais o amor pela literatura e por outras artes. Quando falo sobre mim, eu gosto de citar Ferreira Gullar, um dos grandes nomes da nossa literatura: ‘A arte existe, porque só a vida não basta’”, relatou.

Para o vice-prefeito e secretário municipal de Cultura, Walmir Pinto, a edição do “Vozes que Representam” busca trazer nomes que levam as produções municipais ao público por meio dos grandes responsáveis por elas, os artistas. “O Agnaldo é uma grande pessoa, sempre levando a força e a importância da cultura nacional aonde vá. Será uma noite de muita reflexão e de ideias, então convidamos a todos para fazer parte”, comentou.