07/08/2020

Cultura orienta entidades nipo-brasileiras de Suzano sobre Lei Aldir Blanc

Cultura orienta entidades nipo-brasileiras de Suzano sobre Lei Aldir Blanc

Encontro reuniu representantes de seis entidades para esclarecer a respeito de como pleitear auxílio emergencial do governo federal para o setor

A Secretaria de Cultura de Suzano se reuniu nesta semana com representantes da comunidade nipônica do município para orientar sobre a aplicação Lei Aldir Blanc (lei federal nº 14.017/2020), que prevê auxílio emergencial para os profissionais do setor cultural, como forma de minimizar os impactos causados pela pandemia do novo coronavírus (Covid-19).

O encontro ocorreu na última terça-feira (04/08), no Centro de Educação e Cultura Francisco Carlos Moriconi. Participaram os diretores da Associação Cultural Esportiva e Agrícola de Suzano (Aceas-Nikkey); Instituto NAK do Brasil; Associação Okinawa do Brasil, da Vila Urupês; Associação Cultural Fukuhaku; Associação Cultural Suzanense (Bunkyo); e Centro Educacional Nipo-Brasileiro de Suzano (Cenibras).

De acordo com o secretário Geraldo Garippo, por conta da obrigatoriedade de distanciamento social, essas instituições tiveram que interromper suas atividades presenciais, o que prejudicou a arrecadação de fundos. Uma vez que as entidades são de grande importância para o fomento de projetos culturais em Suzano, a secretaria está contente em apoiá-las. Por meio do cadastro em na ferramenta, elas deverão receber, após análise de dados, o aporte financeiro para desenvolver ações emergenciais neste momento tão difícil.

O Cadastro da Atividade Cultural é voltado aos trabalhadores, instituições, coletivos, grupos e micro e pequenas empresas culturais da cidade e deve ser feito por meio do endereço eletrônico http://bit.ly/CadastroAtividadeCultural até este sábado (08/08). Mais informações podem ser obtidas pelo e-mail cultura@suzano.sp.gov.br ou pessoalmente nos centros culturais da cidade, de segunda a sexta-feira, das 9 às 17 horas.