13/05/2022

CSI contabiliza auxílio em 2,6 mil ocorrências em três anos de operação

CSI contabiliza auxílio em 2,6 mil ocorrências em três anos de operação

Equipamento integrado da Prefeitura de Suzano é referência em segurança

Neste mês de maio a Central de Segurança Integrada (CSI) Lubnan Mohamed Ghazal, da Prefeitura de Suzano, completa três anos de operação. O equipamento, que é referência em segurança, já auxiliou em 2.640 ocorrências pela cidade. A unidade conta com 78 câmeras de monitoramento, além de dispositivos exclusivamente voltados à segurança nas escolas e do Sistema Detecta, do governo do Estado.

Ao longo deste período, entre 2019 e 2022, a central flagrou 617 ocorrências de furto e roubo em comércio, fios de cobre, postos de saúde, veículos, motocicletas e bicicletas, por exemplo. A CSI também prestou auxílio a 387 ocorrências relacionadas ao trânsito, como acidentes e atropelamentos, garantindo a rápida atuação das equipes da Polícia Militar (PM) e do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu).

Além disso, o equipamento foi indispensável para a devida abordagem das forças de segurança em 285 episódios, assegurando assistência à PM e à Guarda Civil Municipal (GCM). A central também acompanhou 104 ocorrências relacionadas a agências bancárias, como em casos de disparo de alarmes e “saidinhas” de banco. Outras 301 situações foram verificadas pelo equipamento nesses três anos, como brigas generalizadas, incêndios e flagrantes de vandalismo.

Já no Sistema Detecta, que visa o monitoramento inteligente a partir do acesso ao maior banco de dados de informações policiais da América Latina, foram 946 ocorrências. Entre elas, as imagens já auxiliaram na prisão de procurado da Justiça e na localização e interceptação de veículos.

O balanço divulgado pela Secretaria Municipal de Segurança Cidadã, responsável pela operação da central integral, demonstra a efetividade do equipamento. De acordo com o chefe da pasta, Elias Marques de Lima, a CSI vem cumprindo seu papel e se desenvolve cada dia mais. “Começamos a central com 52 câmeras, hoje já ampliamos esse número e contamos com novos dispositivos e softwares inteligentes que nos ajudam a obter êxito nas abordagens. Nosso objetivo é garantir um atendimento rápido e eficiente, além de prevenir ocorrências por meio de novas estratégias traçadas de maneira integrada”, disse, explicando a conexão garantida entre a GCM, a Defesa Civil, as Polícias Civil e Militar, o Corpo de Bombeiros e o Samu.

O prefeito Rodrigo Ashiuchi também destacou a importância do equipamento para a população. “Por meio da CSI conseguimos unir forças para uma cidade mais segura. O município está monitorado e é muito importante que todos saibam disso porque não vamos tolerar a violência. Além das 24 câmeras nas ruas, nossas escolas municipais também estão operando com 1.217 equipamentos de imagem e 106 unidades contam com o ‘botão do pânico’, que pode ser acionado em caso de urgência. Agradeço o empenho e a parceria das nossas equipes de segurança, principalmente dos 32 colaboradores que se dedicam ao monitoramento integral do município”.