27/07/2020

Cobertura da vacinação contra a gripe em Suzano chega a 94%

Cobertura da vacinação contra a gripe em Suzano chega a 94%

Mesmo com a superação da meta de 90%, prazo final para se imunizar foi prorrogado para esta sexta-feira (31/07) ou até as doses acabarem

Suzano alcançou 94,26% de cobertura da campanha de vacinação contra a gripe. Apesar disso, o prazo para se imunizar, que acabaria na semana passada, foi prorrogado para esta sexta-feira (31/07) ou até as doses se esgotarem, em todos os 24 postos de saúde da cidade.

O índice registrado representa 62.971 pessoas, de um total de 66.803 integrantes dos grupos prioritários. Conforme a tendência em grande parte do País nesta pandemia do novo coronavírus (Covid-19), as coberturas de vacinação de crianças de seis meses a menores de seis anos (63,47%), de gestantes (63,43%) e de indivíduos com idade entre 55 e 59 anos (49,55%) foram as que ficaram mais abaixo da meta de 90%.

Também eram públicos-alvo da campanha idosos, profissionais da Saúde, pessoas com deficiência, doentes crônicos, caminhoneiros, trabalhadores de transporte público, portuários, educadores, indígenas, agentes das forças de segurança e de salvamento, adolescentes sob medidas socioeducativas, presos e funcionários do sistema prisional. Agora, qualquer pessoa pode se imunizar.

Para receber a dose da vacina, que previne contra três tipos do vírus Influenza (H1N1, H3N2 e B), basta comparecer a uma Unidade Básica de Saúde (UBS) ou de Saúde da Família (USF), de segunda a sexta-feira, das 8 horas às 15h30. Suzano também tem postos com atendimento em período estendido, até as 20 horas, no Jardim Maitê (terças-feiras) e no Jardim Europa (segundas e quartas-feiras).

Sarampo
Enquanto esta vai chegando ao final, a campanha que tem como objetivo imunizar contra o sarampo segue em andamento em sua segunda fase até 31 de agosto. São dois públicos-alvo distintos: entre bebês de seis meses e adultos de 29 anos é necessário verificar na caderneta se há necessidade; já todas as pessoas de 30 a 49 anos devem ser imunizadas, independentemente das doses anteriores que tenham recebido.