12/11/2021

Bolsistas da Frente de Trabalho se formam em cursos de capacitação

Bolsistas da Frente de Trabalho se formam em cursos de capacitação

Iniciativa ofereceu novas formações profissionais para turma de 73 bolsistas do programa

A Secretaria de Administração de Suzano realizou nesta sexta-feira (12/11) a formatura dos bolsistas do Programa Frente de Trabalho em novos cursos de capacitação oferecidos pela administração municipal. A iniciativa foi realizada em parceria com o Instituto Catch e beneficiou uma turma de 73 pessoas em cinco modalidades, visando ampliar suas formações e, principalmente, suas oportunidades no mercado de trabalho.

A cerimônia aconteceu pela manhã no Cineteatro Wilma Bentivegna, onde todos os participantes foram recepcionados e receberam seus respectivos diplomas. Ao longo dos três últimos meses, eles tiveram aulas gratuitas paralelas ao trabalho, com cursos que abordaram trabalho em equipe, introdução a informática, métodos para conquistar um emprego, empreendedorismo e atendimento ao cliente.

A entrega envolveu apresentação do prefeito Rodrigo Ashiuchi e contou com o envolvimento da titular da pasta, Cintia Renata Lira, da coordenadora da Frente de Trabalho, Thamires Pacheco, e da diretora do Instituto Catch, Silvia Martins, responsáveis pela oferta dos cursos.

A cozinheira Tamara Mayara dos Santos Mello Medeiros foi a escolhida para ser oradora da turma. Moradora do Jardim Casa Branca, ela tem 25 anos de idade e há 11 meses atua na Frente de Trabalho suzanense. Contente, ela agradeceu a administração municipal pela oportunidade e destacou a importância da medida para os bolsistas. “Eu fiz os cursos de ‘Atendimento ao cliente’ e ‘Trabalho em equipe’, e são aprendizados que vou levar para o resto da minha vida. Temos certeza que estes meses de aulas nos ajudarão muito a conseguir uma boa colocação profissional e somos muito gratos à gestão municipal e ao prefeito Rodrigo (Ashiuchi) pela oportunidade. Foi um prazer participar”, disse.

Os beneficiários do programa desempenham serviços como varrição, limpeza, manutenção, capinação em vias e áreas públicas, entre outros. Mensalmente, eles recebem o auxílio de um salário mínimo (R$ 1.100) e vale-transporte, dependendo da distância entre o local de trabalho e sua residência, porém a participação não representa vínculo empregatício, já que o programa é de caráter assistencial para a formação profissional.

Cintia explicou que a medida pública foi pensada para abrir novas possibilidades para o futuro dos envolvidos, para que conquistem uma nova ocupação. A ideia da parceria surgiu da constatação de que uma das maiores dificuldades para reinserção no mercado de trabalho costuma ser a formação. “Como a posição na Frente de Trabalho é temporária, temos pensado em formas de qualificar os bolsistas para que eles alcancem novas vagas. Quando o participante encerrar seu contrato conosco, já será direcionado para o Posto de Atendimento ao Trabalhador (PAT) e para o projeto Suzano Mais Emprego, onde ocorrerá o encaminhamento para vagas disponíveis”, explicou.

Ashiuchi parabenizou a todos da turma pela importante conquista e também à iniciativa da pasta junto ao Instituto Catch, por viabilizar uma possibilidade tão importante de extensão profissional aos bolsistas. “Este conhecimento poderá ser o diferencial deles na disputa por vagas em breve, para que conquistem seu espaço no mercado de trabalho e garantam melhores condições de vida no futuro”, concluiu.

Também estiveram presentes na ocasião o chefe de Gabinete, Afrânio Evaristo, o controlador-geral do município, Sadao Sakai, e os secretários Alex Santos (Governo), Leandro Bassini (Educação), Arnaldo Marin Júnior (Esportes e Lazer), André Chiang (Meio Ambiente), Elias Marques de Lima (Segurança Cidadã), Marcelo Prado (Comunicação Pública) e Itamar Viana (Planejamento Finanças).