01/12/2022

‘Boa Visão’ alcança marca de 24 mil crianças examinadas na rede municipal de ensino

‘Boa Visão’ alcança marca de 24 mil crianças examinadas na rede municipal de ensino

Iniciativa visa dar oportunidade a crianças e idosos que tenham dificuldades em enxergar; até o momento, cerca de 6,5 mil estudantes e 2,5 mil idosos passaram por consultas

O Serviço de Ação Social e Projetos Especiais (Saspe) e a Secretaria de Saúde de Suzano deram prosseguimento às consultas oftalmológicas de crianças da rede municipal de ensino por meio do “Programa da Boa Visão”. As avaliações foram realizadas no sábado e domingo passados (26 e 27/11), na sede do órgão. Desde o começo do projeto, em 22 de agosto, já foram realizados 24 mil pré-testes nas instituições municipais de ensino, além de cerca de 6,5 mil estudantes e 2,5 mil idosos foram atendidos por meio de consultas.

A ação foi acompanhada pelo secretário municipal de Saúde, Pedro Ishi, e pela coordenadora do projeto, Neide Franco de Lima. Após a realização dos exames, a ação prevê o acompanhamento oftalmológico para aquelas crianças que tiverem constatado a necessidade do uso de óculos e, posteriormente, possam receber o acessório. Os últimos dias de realização do projeto neste ano estão marcados para o próximo final de semana (03 e 04/11) das 8 às 16 horas.

Os trabalhos são pensados em verificar se existe alguma doença ou deficiência ocular, para então tomar a melhor decisão para tratamento e correção. Neste sentido, a coordenadora do projeto, Neide Franco de Lima, destacou que o recebimento dos óculos pode melhorar, inclusive, o rendimento dos educandos durante o período letivo. “As crianças que sentiam dificuldades em enxergar, agora conseguirão realizar atividades rotineiras na escola, sem qualquer dificuldade em relação à visão, o que facilita na absorção dos conteúdos passados em sala de aula”, comentou a coordenadora, que completou. “Além dos alunos, os idosos também estão sendo beneficiados na ação e esperamos que eles possam ter mais qualidade de vida com o auxílio dos óculos, seja para leitura, ver televisão ou promover ações do dia a dia”.

De acordo com Pedro Ishi, essa iniciativa tem um grande impacto positivo na vida da população suzanense. “Além de corrigir a visão, os óculos ajudam a garantir mais saúde e segurança ao cidadão, o que resulta diretamente na sua interação, observação e percepção dos ambientes. Acredito que este é um programa essencial, que não podemos ficar sem, mas que tenhamos mecanismos para melhorar cada vez mais para ofertar ao máximo de pessoas possivel”, apontou o chefe da pasta de Saúde de Suzano.

Por fim, a dirigente do Saspe, a primeira-dama Larissa Ashiuchi, celebrou o andamento do projeto e os testes e consultas já realizados. “Temos o dever de cuidar da nossa população, que é o nosso maior patrimônio, e com o ‘Programa da Boa Visão’ conseguimos auxiliar nossos moradores que têm dificuldade em enxergar, e isso me deixa muito feliz como coordenadora do Saspe e moradora de Suzano. Queremos sempre aprimorar esse e outros serviços para sempre estar ao lado de nossa população”, finalizou Larissa Ashiuchi.