02/12/2021

Assistência Social distribui 2,7 toneladas de alimentos para instituições de Suzano

Assistência Social distribui 2,7 toneladas de alimentos para instituições de Suzano

Envios foram realizados ao longo dos últimos seis meses para entidades com quem a prefeitura mantém convênios

A Secretaria de Assistência e Desenvolvimento Social de Suzano realizou a doação de 2,7 toneladas de alimentos para instituições com quem mantém convênios em 2021. Ao longo dos últimos seis meses, a pasta distribuiu cerca de mil caixotes contendo peças de carne e ovos como forma de amenizar os impactos sofridos por famílias menos favorecidas durante a pandemia do novo coronavírus (Covid-19).

A entrega mais recente ocorreu no dia 26 de novembro. Acompanhados do secretário Geraldo Garippo, representantes da Associação de Apoio para Deficientes Visuais de Suzano (Aadvis), da Casa São Vicente de Paulo, da Associação Paulista de Esporte Cultura e Cidadania (Apecc) e do Instituto Emaús receberam 2,7 mil quilos de alimentos, todos em caixas para transporte e armazenamento. Estas entidades não têm fins lucrativos e executam projetos e ações com a pasta.

As doações tiveram início em junho e prosseguiram até o mês de novembro. Foram entregues 900 quilos de carne bovina, 1,8 mil quilos de carne de frango e 216 caixas de ovos. Os alimentos vêm sendo distribuídos desde os primeiros dias.

“Nós, que trabalhamos fortemente nas melhorias da condição de vida dos suzanenses, sabemos como são importantes as doações para as famílias que integram esses projetos. Um pacote de comida como esse pode ajudar a alimentar uma mãe, um pai e seus filhos e, é por isso que conduzimos este apoio em prol dessas pessoas”, afirma. Atualmente, 12 entidades locais realizam atividades em parceria com a Prefeitura de Suzano.

“Da mesma forma que há um esforço coletivo para promover esse auxílio a quem precisa, fazemos questão de manter e conveniar os trabalhos, especialmente quando são bem feitos, como os que vemos em Suzano. Seguimos trabalhando firmes neste propósito, contando sempre com a cooperação das organizações não-governamentais do município e da região”, concluiu.