08/07/2022

Alunos das escolas Abrão Salomão Domingues e da Odário Ferreira da Silva são premiados em concurso

Alunos das escolas Abrão Salomão Domingues e da Odário Ferreira da Silva são premiados em concurso

No total, dez estudantes tiveram os trabalhos de textos e fotografias publicados no livro ‘Retratos da Vida no Alto Tietê 2’ como premiação

Dez estudantes das escolas municipais Abrão Salomão Domingues, no bairro Jardim Tabamarajoara, e da Odário Ferreira da Silva, no Jardim Belém, foram premiados em um concurso promovido pelo Instituto Thadeu José de Moraes (ITJM) e tiveram textos e fotografias produzidos por eles publicados no livro “Retratos da Vida no Alto Tietê 2”. O evento com os vencedores do concurso, com direito a noite de autógrafos, ocorreu no último dia 28, no Centro de Educação e Cultura Francisco Carlos Moriconi, em Suzano.

Os estudantes da rede municipal que concorreram com outros estudantes de todo o Alto Tietê, tanto da rede pública como da particular, e tiveram os materiais autorais escolhidos para compor a publicação com 15 textos e 25 imagens, são Francine Sabino Macedo (fotografia), Laís de Souza Freitas (fotografia), Joaquim da Silva Roque Xavier (fotografia), Manuela Vitória Montes Alves (texto), Murilo Jorge de Almeida (texto) e Rayssa Ramos dos Santos (texto), todos do 3° ano da escola Abrão; e Nathália de Farias Gabriel, Emanuelly Vitória Teles da Silva, Ana Beatriz Duarte da Silva e Isabella Menezes Nascimento, todas estudantes do 3° e 4° anos da escola Odário relacionados à fotografia .

O professor de Educação Física, Gilberto Otaviano da Silva, que atua nas duas escolas, é o responsável por inscrever os alunos no concurso. Ele destacou que os alunos participam de um projeto dentro das duas unidades escolares, batizado de “Leitura para Todos”, que busca desenvolver uma aprendizagem analítica dos alunos, possibilitando uma melhor compreensão da leitura e da escrita. Para ele, o resultado do ITJM atesta o bom resultado da iniciativa. “Desenvolvo este projeto com eles e os inscrevi no concurso, mas o que vale é todo o reflexo da premiação porque mostra o crescimento escolar deles, a gente consegue perceber que eles tiveram uma evolução bastante significativa a partir deste nosso projeto, independentemente de participar de concursos”, afirmou o professor.

O reconhecimento dos trabalhos dos estudantes, traduzidos por meio de um livro, também pode ser considerado uma vitória da escola pública, como apontou o secretário de Educação de Suzano, Leandro Bassini. “A gente pode considerar que é uma conquista da educação pública. Outras escolas do Alto Tietê também foram premiadas, e algumas delas particulares, mas mostra que a educação municipal pode trazer bons resultados também”, destacou o chefe da pasta.