21/09/2022

Alunos da Vila Sol Nascente e do Centro de Convivência visitam exposição

Alunos da Vila Sol Nascente e do Centro de Convivência visitam exposição

Evento marcou o Dia Nacional de Luta da Pessoa com Deficiência, celebrado nesta quarta-feira (21/09), e enfatizou a busca pela conscientização sobre o tema

Alunos do Centro de Convivência da Pessoa com Deficiência (CCMD) e da Escola Municipal Professor Damásio Ferreira dos Santos, do bairro Vila Sol Nascente, que tem um polo para crianças com surdez e deficiência auditiva, participaram nesta quarta-feira (21/09), no subsolo do Paço, de uma exposição de esculturas e demais peças feitas com materiais recicláveis e concebidas pelos próprios estudantes. O evento marcou o Dia Nacional de Luta da Pessoa com Deficiência, lembrado durante o “Setembro Verde”, que tem por objetivo reforçar os direitos e a inclusão deste grupo na sociedade, além de ações em alusão ao “Setembro Azul”, que é voltado à acessibilidade de pessoas surdas.

A professora Cátia Roll, responsável pelo CCMD, que é ligada à Secretaria Municipal de Educação, informou que a iniciativa realizada ocorreu justamente para conscientizar a população sobre o tema. “Nossa ideia era trazer uma sensibilização em relação ao dia celebrado nesta quarta-feira e também, se possível, incomodar as pessoas para que elas possam dar uma atenção maior a essa causa”, disse.

Cátia Roll ainda comentou que a prefeitura fornece a abertura para que projetos como estes possam ser realizados. “Nosso governo é muito receptivo e sensível ao tema. O prefeito Rodrigo Ashiuchi sempre nos apoia em ações como esta, então nos sentimos mais estimulados para realizar trabalhos assim, que é sensibilizar e aguçar o olhar para as pessoas com deficiência”, detalhou.

O secretário municipal de Educação, Leandro Bassini, destacou a importância desse evento para conscientizar a população de forma geral. “Temos o dever de promover a inclusão dessas pessoas e que elas possam ocupar ainda mais os espaços públicos, que na realidade é um direito de todos, e mostrar para esse grupo, e para todas as outras pessoas também, que esse mesmo direito é obrigação nossa enquanto Poder Público”.

As 12 peças de arte contemporânea em exposição no subsolo do Paço Municipal foram confeccionadas na Oficina de Artes do CCMD, que fica na Vila Figueira, e foram produzidas com itens recicláveis, como metal. Além dos estudantes e professores, o secretário municipal de Esportes e Lazer, Arnaldo Marin Junior, o Nardinho, participou da ação pela manhã.