13/01/2020

Monte Cristo passa por limpeza de rede de drenagem e desassoreamento do Guaió

Monte Cristo passa por limpeza de rede de drenagem e desassoreamento do Guaió

Nesta segunda-feira (13/01), as equipes já estavam promovendo trabalhos com escavadeira no rio e com hidrovacol nos bueiros e nas tubulações

A Secretaria de Manutenção e Serviços Urbanos de Suzano deu início a ações para minimizar os impactos das chuvas no Jardim Monte Cristo. Nesta segunda-feira (13/01), equipes da pasta realizavam desassoreamento em alguns trechos do rio Guaió, que passa por todo o bairro, e limpeza de bueiros e da rede de drenagem. A expectativa é que os trabalhos se estendam ao longo do mês. Durante o fim de semana também foram realizadas a desobstrução da vala da avenida Paulista e a formação de uma barreira com a terra retirada para impedir que, em caso de excesso de chuva, a água desça para a via.

No último sábado (11/01), o prefeito Rodrigo Ashiuchi foi até o Jardim Monte Cristo verificar os pontos em que são necessários fazer o desassoreamento preventivo e também acompanhar os serviços de desobstrução de vala. Ele estava acompanhado do diretor de Manutenção, Samuel Oliveira, do assessor especial da Secretaria de Segurança Cidadã, Jefferson Ferreira dos Santos, e da presidente da Câmara de Suzano, vereadora Gerice Lione. Na manhã desta segunda-feira (13/01), as equipes já estavam promovendo os trabalhos necessários com escavadeira hidráulica no Guaió e com máquina hidrovacol nos bueiros e nas tubulações da rede de drenagem.

O prefeito destacou que as ações de desassoreamento em pontos determinados foram possíveis por meio de autorização do Departamento de Águas e Energia Elétrica (DAEE) e da Concessionária SPMar, responsável pelo Trecho Leste do Rodoanel Mário Covas (SP-21), que passa pelo bairro margeando o rio. Ashiuchi também destacou a importância em cobrar apoio do governo do Estado para o desassoreamento completo não só do Guaió, como também do Tietê, do Taiaçupeba-Mirim e de outros rios e córregos da cidade, principalmente porque há previsão de mais chuvas intensas e é preciso estar muito bem preparados.