12/09/2019

Jardim São Bernardino terá Campeonato Interescolar de Sumô neste domingo

Jardim São Bernardino terá Campeonato Interescolar de Sumô neste domingo

Evento será na Escola Municipal Professor Ruy Ferreira Guimarães e também terá objetivo de arrecadar fundos para participação de atletas em torneio mundial

Seguem abertas as inscrições para o 7º Campeonato Amistoso Interescolar de Sumô, que ocorrerá neste domingo (15/09), às 10 horas, na Escola Municipal Professor Ruy Ferreira Guimarães, no Jardim São Bernardino. O evento será realizado pelos projetos “Lutas como Forma de Educação”, da Secretaria de Educação, e “Sumô Mania”, da Secretaria de Esportes e Lazer.

Nesta edição, estudantes de outras quatro escolas municipais também participarão do torneio: Abrão Salomão Rodrigues, Augustinha Raphaela Maida Molteni, Professor Manoel Vicente Ferreira Filho e Professora Sonia Regina Alonso Ostermayer. A expectativa é de que mais de cem crianças estejam presentes.

O campeonato será dividido em quatro categorias no ensino fundamental: 1º e 2º anos; 3º e 4º; 5º e 6º; e 7º, 8º e 9º. Haverá ainda uma categoria adulto aberta à comunidade. As inscrições seguem abertas. Em troca, é solicitado um refrigerante de dois litros ou um litro de suco. As escolas e os participantes receberão medalhas e troféus.

Além da competição, haverá ainda atividades e jogos, bem como barraca de comes e bebes em prol da Associação Nova Central e das atletas que irão participar do Campeonato Mundial Júnior de Sumô no Japão no mês que vem. A Associação de Pais e Mestres (APM) também estará responsável por um brechó e venda de doces para contribuir com a arrecadação.

“O evento visa divulgar e ampliar cada vez mais o sumô no município e também ajudar as atletas que foram selecionadas para o campeonato mundial e não têm condições financeiras para arcar com todas as despesas da viagem. Contamos com a participação e a presença de todos os alunos e também seus amigos e familiares”, disse a professora de sumô Luciana Watanabe, que coordena o projeto “Lutas como Forma de Educação”.