13/11/2019

Futuros conselheiros tutelares começam a receber capacitação

Futuros conselheiros tutelares começam a receber capacitação

Promotora da Infância e da Juventude elogiou trabalho desenvolvido pelo município durante a eleição e reforçou importância da função

Os conselheiros tutelares e suplentes eleitos na eleição promovida em Suzano no início de outubro começaram a receber, na tarde desta segunda-feira (13/11), a capacitação necessária para o desempenho das funções que irão assumir a partir de janeiro de 2020. O encontro foi realizado no Centro Unificado de Serviços (Centrus).

Participaram da aula inaugural a promotora da Infância e da Juventude de Suzano, Rita de Cássia Becca Imashita Sakai; o secretário municipal Assistência e Desenvolvimento Social, Murilo Inocencio; o coordenador da Comissão Eleitoral do Conselho Tutelar (CECT), Carlos Araújo; e a vice-presidente do Conselho Municipal dos Direitos da Criança e do Adolescente de Suzano (Comdicas), Jaqueline Ferreira. Os trabalhos tiveram início às 16 horas.

A promotora do Ministério Público em Suzano elogiou a condução tanto do processo eleitoral realizado em 6 de outubro, tanto por parte dos candidatos quanto pela comissão organizadora, apresentando como um exemplo de cidadania e respeito para a região do Alto Tietê. Ela também reforçou a importância do trabalho dos conselheiros tutelares no Sistema de Garantia de Direitos (SGD). “Os conselheiros tutelares são a porta de entrada e a prioridade para a rede do SGD, e devem estar prontos para atuar como garantidores do Estatuto da Criança e do Adolescente onde mais serão necessários. Devem estar prontos para atuar sem dúvidas”, afirmou Rita.

O secretário parabenizou a todos os participantes pela atuação na eleição e ao Comdicas pela condução dos trabalhos, além de expor o trabalho realizado pela pasta no último ano. Inocencio comentou que Suzano conta com uma estrutura que é referência para muitas cidades da região, e que o município está retomando para ser um destaque na assistência social.

No total, serão 20 horas-aula, divididas em quatro dias de qualificação: 13, 14, 18 e 19 de novembro. O curso trata tanto do Estatuto da Criança e do Adolescente quanto das atribuições, obrigações do dia a dia, entre outros temas. A capacitação é uma etapa eliminatória do processo de escolha de conselheiros e suplentes, sendo necessária a presença em 80% das aulas. A diplomação dos futuros titulares ocorrerá em 28 de novembro (quinta-feira), às 9 horas, no Anfiteatro Orlando Digenova, localizado no Centro de Educação e Cultura Francisco Moriconi (rua Benjamin Constant, 682 – Centro).