24/03/2020

Fundo Social lança campanha emergencial de arrecadação

Fundo Social lança campanha emergencial de arrecadação

Mantimentos e produtos essenciais de limpeza e higiene serão destinados às famílias em situação de extrema vulnerabilidade

O Fundo Social de Solidariedade de Suzano iniciou nesta semana uma campanha emergencial de arrecadação de mantimentos e produtos essenciais de higiene e limpeza. A ação deve contar com a ajuda de empresas e munícipes voluntários, que poderão entrar em contato com o órgão municipal para efetuar a entrega dos itens. A arrecadação será destinada às famílias em situação de extrema vulnerabilidade neste período de quarentena contra o novo coronavírus (Covid-19).

De acordo com a presidente do Fundo Social, a primeira-dama Larissa Ashiuchi, a iniciativa tem o único objetivo de suprir as necessidades daqueles que realmente estejam sem condições de alimentação e higiene em casa. Ela explicou que é esta é uma ação emergencial e deve auxiliar aqueles que estejam vivendo na extrema vulnerabilidade. Para isso, o órgão conta com a colaboração e bom senso de todos.

Poderão ser destinados itens de higiene e de limpeza e alimentos não-perecíveis. Os pedidos estão sendo feitos às empresas, mas as pessoas que quiserem ajudar também poderão entrar em contato com o órgão municipal pelo telefone (11) 4745-2195 para que uma equipe vá até o local retirar os donativos. Larissa reforçou que toda ajuda é bem-vinda e todos os produtos serão de extrema importância para aqueles que precisam.

A expectativa é de que a campanha emergencial aconteça ao longo de todo o período de pandemia. As famílias que realmente necessitarem dos produtos poderão procurar o Fundo Social pelo telefone para que uma triagem seja feita. Além disso, uma força-tarefa com a Secretaria de Assistência e Desenvolvimento Social e as entidades cadastradas deverá auxiliar na localização dessas pessoas em situação de vulnerabilidade.

Larissa destacou que a missão será fazer com que esses donativos cheguem às mãos daqueles que realmente estão precisando. A presidente pontuou que se trata de um trabalho emergencial, não sendo um benefício. A primeira-dama finalizou pedindo a compreensão e a ajuda de todos neste momento.