13/03/2019

COMUNICADO: LUTO OFICIAL

COMUNICADO: LUTO OFICIAL

A Prefeitura de Suzano informa que decretou luto oficial de três dias consecutivos na cidade (Decreto Municipal nº 9.312/2019) em razão do atentado ocorrido na manhã desta quarta-feira, 13 de março, na Escola Estadual Raul Brasil, bairro Parque Suzano, que acarretou na morte de dez pessoas, entre estudantes, funcionários e os acusados do ataque.

O Executivo se solidariza com familiares e amigos das vítimas e reitera que presta todo o apoio e serviços necessários neste triste momento a todos os envolvidos no episódio. O atendimento, inclusive, terá prosseguimento nos próximos dias a quem for necessário.

A administração municipal também já liberou a utilização da Arena Suzano, no Parque Max Feffer, para a realização do velório coletivo. O horário ainda será definido.

Nesta quarta-feira, mais de 150 profissionais da rede municipal e 80 voluntários atuaram no Centro de Acolhimento às Famílias montado na sede da Associação Cultural Suzanense, o Bunkyo, das Secretarias Municipais de Saúde, Educação, Assistência e Desenvolvimento Social, Administração, Transporte e Mobilidade Urbana e Segurança Cidadã, do Fundo Social de Solidariedade, da Comissão Interna de Prevenção de Acidentes (Cipa), do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) e do Corpo de Bombeiros

Quem procurava informações a respeito de familiares que estavam na escola no momento do atentado eram recepcionadas, acolhidas individualmente, comunicadas por representantes do governo do Estado e da Prefeitura de Suzano se seus parentes estavam entre as vítimas e encaminhadas para assistentes sociais, psicólogos, médicos psiquiatras, enfermeiros e terapeutas ocupacionais. Até o final da tarde desta quarta-feira, cerca de 200 pessoas passaram pelo local.

Este serviço, inclusive, terá continuidade nos próximos dias, mas na sede de uma das unidades do Centro de Atenção Psicossocial (Caps), localizado na rua Otávio Miguel da Silva, 187, no Parque Suzano. Haverá plantões com os profissionais no local e também em instituições parceiras. Um dos objetivos, inclusive, é trabalhar psicologicamente o retorno dos alunos à rotina escolar em breve.

Com a publicação do decreto, a Secretaria de Educação de Suzano comunica que as aulas na rede municipal de ensino foram suspensas nesta quinta e sexta-feira, 14 e 15 de março, em memória às vítimas do massacre na Escola Estadual Raul Brasil.

Na sexta-feira, os educadores se reunirão para definir as ações que serão tomadas junto aos 26 mil alunos das escolas públicas municipais, a partir da próxima segunda-feira (18/03), para conscientizar e combater a violência e o assédio moral, visando estabelecer uma cultura de paz.

O trabalho será realizado com equipes de psicólogos. Eles irão atuar junto aos colegas das vítimas e familiares, bem como estudantes das demais unidades das redes estadual e municipal, de forma continuada.

Da mesma maneira, atividades nos equipamentos da Secretaria Municipal de Cultura estão suspensas. As aulas serão retomadas também na segunda-feira (18/03), assim como as programações nos Centros Culturais, Teatro Dr. Armando de Ré e Cineteatro Wilma Bentivegna.

A Prefeitura de Suzano também repudia veementemente a circulação de notícias falsas que conturbaram a apuração de informações e causaram ansiedade e preocupação na população, em especial em familiares e amigos das vítimas.

Também denuncia a falta de sensibilidade e de humanidade de pessoas que aproveitaram do ocorrido para invadir a página oficial da administração municipal na Internet e plantar um simulacro de explosivo em uma escola municipal no Jardim São Bernardino no mesmo dia.

Segue abaixo a relação atualizada com os nomes das vítimas fatais e feridas, de acordo com o governo do Estado:

VÍTIMAS FATAIS (10)

– Marilena Ferreira Vieiras Umezo (funcionária)
– Eliane Regina Oliveira Xavier (funcionária)
– Jorge Antônio Morais (proprietário da agência de veículos)
– Kaio Lucas da Costa Limeira (estudante)
– Claiton Antonio Ribeiro (estudante)
– Samuel Melquiades Silva de Oliveira (estudante)
– Douglas Celestino (estudante)
– Caio Oliveira (estudante)
– Guilherme Tancci Monteiro (homicida)
– Luiz Henrique de Castro (homicida)

VÍTIMAS FERIDAS (11)

– Letícia de Melo Nunes (Hospital Santa Marcelina – Itaquaquecetuba)
– Samuel da Silva Félix (Hospital Santa Maria – Suzano)
– Beatriz Gonçalves Fernandez (Santa Casa de Misericórdia de Suzano)
– Anderson Carvalho Brito (Hospital das Clínicas de São Paulo)
– Murilo Gomes Lauro Benites (Hospital das Clínicas de São Paulo)
– Jenifer da Silva Cavalcante (Hospital Luzia de Pinho Melo – Mogi das Cruzes)
– Leonardo Vinícius Santa Rosa (Santa Casa de Misericórdia de Suzano)
– Adina Isabella Bezerra de Paula (Santa Casa de Misericórdia de Suzano)
– Guilherme Ramos do Amaral (Santa Casa de Misericórdia de Suzano)
– José Vítor Ramos Lemos (Hospital Santa Maria – Suzano)
– Leonardo Martinez Santos (Hospital Luzia de Pinho Melo – Mogi das Cruzes)